quarta-feira, 10 de dezembro de 2014




Meditar


A PRÁTICA DA PRESENÇA DE DEUS

- Certa vez, quando estava meditando, ouvi Sua voz sussurrando: "Tu dizes que Eu estou distante, mas é porque não te interiorizas.  É por isso que dizes que estou longe. Eu estou sempre aqui. Espia o teu interior e Me verás.  Estou sempre aqui, pronto para te saudar."

- Quando meditares, mergulha tua mente em Deus. E quando estiveres trabalhando faze-o com todo o coração.  Mas assim que terminares, põe tua mente no Senhor. Quando aprenderes a praticar a Presença de Deus em todos os momentos em que estiveres livre para pensar Nele, então, mesmo no meio do trabalho, estarás consciente da comunhão divina.

- Por onde quer que a tua mente perambule no labirinto das miríades de pensamentos mundanos, pacientemente leva-a de volta à lembrança do Deus interno. Com o tempo tu O acharás sempre contigo - um Deus que fala contigo na tua própria linguagem, um Deus que te observa de cada flor ou folha de grama.  E então dirás:  "Sou livre! Estou vestido com o manto diáfano do Espírito; estou voando da terra ao céu nas asas de luz".  E que alegria consumirá o teu ser! 

- Deus é acessível.  Falando com Ele e ouvindo Suas palavras nas Escrituras, pensando Nele, sentindo Sua presença na meditação, verás que gradualmente o irreal se torna real e o mundo que te parece real será percebido como irreal. Não há alegria igual a esta percepção.

- Embora eu esteja planejando e fazendo coisas neste mundo, tudo tem por objetivo agradar o Senhor.  Eu me ponho à prova, mesmo trabalhando, murmuro interiormente: "Onde estás, Senhor ?" e o mundo inteiro se transforma.  Não existe nada mais além de uma grande Luz e eu sou uma pequena bolha naquele Oceano de Luz.  Tal é a alegria da existência em Deus.

- Como é fácil preencher o dia com tolices e como é difícil ocupá-lo com atividades e pensamentos que valham a pena.  Contudo, Deus não está muito interessado no que estamos fazendo, mas no que estamos pensando. Cada um tem uma dificuldade diferente, no entanto Deus não aceita desculpas. Ele quer que a mente do devoto esteja absorta Nele, apesar de quaisquer circunstâncias adversas.

- Reze a Ele: "Senhor, Tu és o Mestre da criação, por isto eu venho a Ti. Não desistirei jamais, até que fales comigo e me faças perceber a Tua presença.  Não viverei sem Ti."

- Não pode haver desculpas para não pensar em Deus. Dia e noite, sussurrando por trás dos pensamentos, Deus ! Deus ! Deus !...  Quer estejas lavando pratos, cavando uma valeta, trabalhando num escritório ou num jardim - qualquer que seja a tua atividade - diz internamente: "Senhor, manifesta-Te a mim! Tu estás aqui mesmo.  Tu estás no sol. Tu estás na relva. Tu estás na água. Tu estás nesta sala.  Tu estás no meu coração".

- Qualquer que seja a direção em que gires uma bússola, seu ponteiro indicará sempre o norte.  Assim é o verdadeiro yogue. Ele pode estar imerso em muitas atividades, mas a sua mente está sempre no Senhor.  Seu coração canta sempre: "Meu Deus, meu Deus, o mais querido de todos!".

- Quando vires um lindo por do sol, pensa contigo mesmo: "É Deus pintando o céu". Ao fitar o rosto de cada pessoa que encontrares pensa interiormente: "É Deus que assumiu esta forma". Aplica esta linha de pensamento a todas as experiências: "O sangue no meu corpo é Deus, a razão na minha mente é Deus, o amor em meu coração é Deus, tudo o que existe é Deus".

Yogananda



A PRÁTICA DA PRESENÇA DE DEUS

- Certa vez, quando estava meditando, ouvi Sua voz sussurrando: "Tu dizes que Eu estou distante, mas é porque não te interiorizas.  É por isso que dizes que estou longe. Eu estou sempre aqui. Espia o teu interior e Me verás.  Estou sempre aqui, pronto para te saudar."

- Quando meditares, mergulha tua mente em Deus. E quando estiveres trabalhando faze-o com todo o coração.  Mas assim que terminares, põe tua mente no Senhor. Quando aprenderes a praticar a Presença de Deus em todos os momentos em que estiveres livre para pensar Nele, então, mesmo no meio do trabalho, estarás consciente da comunhão divina.

- Por onde quer que a tua mente perambule no labirinto das miríades de pensamentos mundanos, pacientemente leva-a de volta à lembrança do Deus interno. Com o tempo tu O acharás sempre contigo - um Deus que fala contigo na tua própria linguagem, um Deus que te observa de cada flor ou folha de grama.  E então dirás:  "Sou livre! Estou vestido com o manto diáfano do Espírito; estou voando da terra ao céu nas asas de luz".  E que alegria consumirá o teu ser! 

- Deus é acessível.  Falando com Ele e ouvindo Suas palavras nas Escrituras, pensando Nele, sentindo Sua presença na meditação, verás que gradualmente o irreal se torna real e o mundo que te parece real será percebido como irreal. Não há alegria igual a esta percepção.

- Embora eu esteja planejando e fazendo coisas neste mundo, tudo tem por objetivo agradar o Senhor.  Eu me ponho à prova, mesmo trabalhando, murmuro interiormente: "Onde estás, Senhor ?" e o mundo inteiro se transforma.  Não existe nada mais além de uma grande Luz e eu sou uma pequena bolha naquele Oceano de Luz.  Tal é a alegria da existência em Deus.

- Como é fácil preencher o dia com tolices e como é difícil ocupá-lo com atividades e pensamentos que valham a pena.  Contudo, Deus não está muito interessado no que estamos fazendo, mas no que estamos pensando. Cada um tem uma dificuldade diferente, no entanto Deus não aceita desculpas. Ele quer que a mente do devoto esteja absorta Nele, apesar de quaisquer circunstâncias adversas.

- Reze a Ele: "Senhor, Tu és o Mestre da criação, por isto eu venho a Ti. Não desistirei jamais, até que fales comigo e me faças perceber a Tua presença.  Não viverei sem Ti."

- Não pode haver desculpas para não pensar em Deus. Dia e noite, sussurrando por trás dos pensamentos, Deus ! Deus ! Deus !...  Quer estejas lavando pratos, cavando uma valeta, trabalhando num escritório ou num jardim - qualquer que seja a tua atividade - diz internamente: "Senhor, manifesta-Te a mim! Tu estás aqui mesmo.  Tu estás no sol. Tu estás na relva. Tu estás na água. Tu estás nesta sala.  Tu estás no meu coração".

- Qualquer que seja a direção em que gires uma bússola, seu ponteiro indicará sempre o norte.  Assim é o verdadeiro yogue. Ele pode estar imerso em muitas atividades, mas a sua mente está sempre no Senhor.  Seu coração canta sempre: "Meu Deus, meu Deus, o mais querido de todos!".

- Quando vires um lindo por do sol, pensa contigo mesmo: "É Deus pintando o céu". Ao fitar o rosto de cada pessoa que encontrares pensa interiormente: "É Deus que assumiu esta forma". Aplica esta linha de pensamento a todas as experiências: "O sangue no meu corpo é Deus, a razão na minha mente é Deus, o amor em meu coração é Deus, tudo o que existe é Deus".

Yogananda