quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Algumas pessoas parecem reféns da forma como se sentem e das próprias emoções. Quando sentem-se bem estão comprometidas em alcançar um resultado, quando sentem-se mal parecem desistir de tudo.

Segundo a minha forma de pensar não precisa (e não deve!) existir uma relação condicional entre o que precisa ser feito e a forma como você se sente. 

Em outras palavras: o que precisa ser feito deve ser feito independente da forma como você esteja se sentindo. Não deve existir a condição de fazer algo APENAS SE você estiver se sentido bem.

Agir dessa forma constitui uma espécie de "atraso" na sua vida!

Não seja refém de como você se sente. Seja aquela pessoa que simplesmente faz o que precisa ser feito!

Com algumas poucas experiências agindo dessa forma você irá descobrir que fazer o que precisa ser feito quando você não se sente tão bem é uma forma poderosa de fazê-lo sentir-se melhor imediatamente.

~ André Valongueiro

2 comentários:

Márcia Batista disse...

Gente, é verdade mesmo. Quando conseguimos fazer as atividades que precisamos fazer no dia-a-dia, como trabalho, serviços domesticos, ir à academia por exemplo, o tempo vai passando e muitas vezes no fim do dia já temos a soluçao para algum problema pelo qual estejamos passando. Mas não é facil. É preciso erguer a cabeça e seguir em frente! Márcia Barbosa

Luz13 disse...

Oi gostei do blog. Veja as previsões de Aline, da Cidade das Pirâmides, para o ano de 2014. https://www.youtube.com/watch?v=6v_iFO6_dyc Abçs