segunda-feira, 28 de setembro de 2009

ESTUDANDO A UMBANDA...2

I. PRINCÍPIOS BÁSICOS DA RITUALÍSTICA DA UMBANDA
No dia 16 de Novembro de 1908, os princípios básicos da ritualística da Umbanda foram ditados por Pai Antônio, Preto Velho que também usava o médium Zélio Fernandino de Moraes. Estas regras se dividem em:

ESSENCIAIS
NÃO COBRANÇA: seguindo o que está no Evangelho “Dê de graça aquilo que de graça recebeste”. Ou seja a Caridade pura e simples.
AUSÊNCIA DE SACRIFÍCIOS: O sacrifício de Jesus, veio tornar incruentas as religiões Cristãs. A morte de Cristo simboliza os sacrifícios que devemos fazer para nos desvincularmos de nossos desejos materiais e nos preocuparmos com nossa vida Espiritual.
USO DO BRANCO: Uma das formas de igualar todos os participantes das sessões de Umbanda. Essa vestimenta evita que alguns médiuns, com maior poder aquisitivo, se vista de maneira mais luxuosa que outros irmãos de menor poder aquisitivo.
PÉ NO CHÃO: Por um lado essa regra complementa a anterior, indo além ao comparar o médium com os Pretos Velhos e os Caboclos que em sua encarnação, na Terra, não usavam calçados; além disso faz com que o médium fique em contato com o solo o que facilita a captação e transmissão energética.
Essas são conhecidas também como regras básicas, exigíveis ou, ainda, estruturais da religião. Todas direcionando a Umbanda para a HUMILDADE a IGUALDADE e a CARIDADE.

HISTÓRICO, CONJUNTURAL OU ACESSÓRIO
NÃO USO DO ATABAQUE: O atabaque, usado pelas antigas seitas africanas, era vinculado à magia negra, à feitiçaria e, por isso mesmo, todos os rituais que o utilizavam eram condenados como ritos para o mal.
Um dos principais motivos que levou as entidades que anunciaram o advento da Umbanda a proibir seu uso, na Umbanda, foi distingui-la dessas seitas que já existiam nas terras brasileiras e que então eram conhecidas como magia negra ou feitiçaria. Além do mais, como a Igreja Católica perseguia os Terreiros, em conivência com a polícia, o atabaque era uma forma de identificação do lugar onde eles estavam localizados facilitando a repressão policial. Nessa época, vários terreiros foram destruídos, suas imagens quebradas e seus freqüentadores presos. Esses dois fatos, que se referem ao momento em que a Umbanda surgiu foram os responsáveis pela proibição de seu uso. Por isso o chamamos de histórico ou conjuntural, pois, na verdade o seu uso em nada afeta os demais quesitos, os chamados Essenciais, não descaracterizando, por isso mesmo a Umbanda.

sábado, 26 de setembro de 2009

estudando a Umbanda 1

ORIGEM E DESENVOLVIMENTO DA UMBANDA ATÉ OS DIAS DE HOJE

"REGISTRA A GRAMÁTICA DE KIBUNGO, DO PROFESSOR JOSÉ L. QUINTÃO, PÁGINA 107"
UMBANDA ARTE DE CURAR : QUIMBANDA QUER DIZER O CURANDEIRO.

VAMOS OBSERVAR TAMBÉM AS VÁRIAS DEFINIÇÕES DE QUIMBANDA OU KIMBANDA

QUIMBANDA TEM SUA FONTE DE ORIGEM NO QUIMBUNDO QUE É UMA MISTURA DE DIALETOS AFRICANOS, CRIADO PELO GOVERNO PARA SER ENSINADO NAS ESCOLAS DAS COLÔNIAS PORTUGUESAS, AFIM DE QUE TODOS ANGOLENSES SE ENTENDESSEM ENTRE SI NAS REGIÕES TRIBAIS DE ANGOLA E MOÇAMBIQUE.

BASEADO NESTA ESTRUTURA VEJAMOS: QUIM OU KIM, QUER DIZER EM LINGUAGEM AFRICANA, MÉDICO OU GRÃO-SACERDOTE DOS CULTOS BANTOS. BANDA QUER DIZER LUGAR OU CIDADE.

CHEGAMOS À CONCLUSÃO DE QUE EM NOSSO IDIOMA, QUIMBANDEIRO QUER DIZER GRÃO-SACERDOTE DOS CULTOS BANTOS, VINDOS DE ANGOLA, MOÇAMBIQUE E BENGUELA.

QUIMBANDA = CURANDEIRO-ADIVINHO, NECROMANTE, EXORCISTA, MAGO, POR EXTENSÃO- MÉDICO, BENZEDEIRO, TODO AQUELE QUE BUSCA A ANUNCIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO DOS FATOS, ATRAVÉS DOS MAIS VARIADOS PROCESSOS.

O QUIMBANDA TRATA AS ENFERMIDADES DIAGNOSTICADAS POR ADIVINHAÇÃO, DEBELA OS AZARES, RESTABELECE A HARMONIA E FAZ A ANULAÇÃO DE DEMANDAS.

BUSCA A CURA, NAS MATAS, CAMPOS, CACHOEIRAS, MARES, ENFIM NOS ELEMNTOS DA NATUREZA, AONDE VAI EM BUSCA DE PLANTAS MEDICINAIS E ENERGIAS CURADORAS.

KIMBANDA = CURANDEIRO, MAGICO (DICIONÁRIO DE KIMBUNDU-PORTUGUÊS COORDENADO POR J.D. CORDEIRO DA MATTA.)

VAMOS NOS LEMBRAR AQUI DE UM PONTO DE PAI ANTÔNIO CANTADO NA TENDA NOSSA SENHORA DA PIEDADE E CANTADO TAMBÉM EM NOSSA CASA.

"DA LICENÇA PAI ANTÔNIO
EU NÃO VIM TE VISITAR
EU ESTOU MUITO DOENTE
PAI ANTÔNIO VAI CURAR
SE A DOENÇA TEM FEITIÇO
DEIXA LÁ EM SEU CONGÁ
SE A DOENÇA VEM DE DEUS
PAI ANTÔNIO VAI CURAR
PAI ANTÔNIO É QUIMBANDA É CURADOR
É PAI DE MESA É REZADOR
PAI ANTÔNIO É QUIMBANDA É CURADOR"

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

IBEJI

A Casa Branca de Oxalá,convida seus filhos e amigos para a festa de Ibeji e das Crianças que se realizará no dia 23/09/2009 as 20:00 na Rua Senador modestino Gonçalves 81 - Lagoa Santa.


Festa de Cosme e Damião - IBEJI _

SÃO ESPÍRITOS QUE JÁ ESTIVERAM ENCARNADOS NA TERRA E QUE OPTARAM POR CONTINUAR SUA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL ATRAVÉS DA PRÁTICA DE CARIDADE, INCORPORANDO EM MÉDIUNS NOS TERREIROS DE UMBANDA. EM SUA MAIORIA, FORAM ESPÍRITOS QUE DESENCARNARAM COM POUCA IDADE (TERRENA), POR ISSO TRAZEM CARACTERÍSTICAS DE SUA ÚLTIMA ENCARNAÇÃO, COMO O TREJEITO E A FALA DE CRIANÇA, O GOSTO POR BRINQUEDOS E DOCES.
ASSIM COMO TODOS OS SERVIDORES DOS ORIXÁS, ELAS TAMBÉM TEM FUNÇÕES BEM ESPECÍ-FICAS, E A PRINCIPAL DELAS É A DE MENSAGEIRO DOS ORIXÁS.
QUANDO INCORPORADAS EM UM MÉDIUM, GOSTAM DE BRINCAR, CORRER E FAZER BRINCA-DEIRAS (ARTE) COMO QUALQUER CRIANÇA. É NECESSÁRIO MUITA CONCENTRAÇÃO DO MÉDIUM (CONSCIENTE), PARA NÃO DEIXAR QUE ESTAS BRINCADEIRAS ATRAPALHEM NA MENSAGEM A SER TRANSMITIDA. OS "MENINOS" SÃO EM SUA MAIORIA MAIS BAGUNCEIROS, ENQUANTO QUE AS "MENINAS" SÃO MAIS QUIETAS E CALMINHAS. ALGUNS DELES INCORPORAM PULANDO E GRITANDO, OUTROS DESCEM CHORANDO, OUTROS ESTÃO SEMPRE COM FOME, ETC. ESTAS CA-RACTERÍSTICAS, QUE AS VEZES NOS PASSAM DESAPERCEBIDO, SÃO SEMPRE FORMAS QUE ELES TEM DE EXERCER UMA FUNÇÃO ESPECÍFICA, COMO A DE DESCARREGAR O MÉDIUM, O TER-REIRO OU ALGUÉM DA ASSISTÊNCIA.
OS PEDIDOS FEITOS A UMA CRIANÇA INCORPORADA NORMALMENTE É ATENDIDO DE MANEIRA BASTANTE RÁPIDA. ENTRETANTO A COBRANÇA QUE ELAS FAZEM DOS PRESENTES PROMETIDOS TAMBÉM É. NUNCA PROMETA UM PRESENTE A UMA CRIANÇA E NÃO O DÊ ASSIM QUE SEU PEDIDO FOR ATENDIDO, POIS A "BRINCADEIRA" (COBRANÇA) QUE ELA FARÁ PARA LHE LEMBRAR DO PROMETIDO PODE NÃO SER TÃO "ENGRAÇADA" ASSIM.
QUANDO FALAMOS NA LINHA DAS CRIANÇAS, ESTAMOS FALANDO DE UMA DAS LINHAS MAIS PRÓXIMAS DO DIVINO CRIADOR.
MUITAS ENTIDADES QUE ATUAM SOB AS VESTES DE UM ESPÍRITO INFANTIL, SÃO MUITO AMIGAS E TÊM MAIS PODER DO QUE IMAGINAMOS. MAS COMO NÃO SÃO LEVADAS MUITO A SÉRIO, O SEU PODER DE AÇÃO FICA OCULTO, SÃO CONSELHEIROS E CURADORES, POR ISSO FORAM ASSOCIADAS À COSME E DAMIÃO, CURADORES QUE TRABALHAVAM COM A MAGIA DOS ELE-MENTOS.
NÃO GOSTAM DE DESMANCHAR DEMANDAS, NEM DE FAZER DESOBSESSÕES. PREFEREM AS CONSULTAS, E EM SEU DECORRER VÃO TRABALHANDO COM SEU ELEMENTO DE AÇÃO SOBRE O CONSULENTE, MODIFICANDO E EQUILIBRANDO SUA VIBRAÇÃO, REGENERANDO OS PONTOS DE ENTRADA DE ENERGIA DO CORPO HUMANO.
ESSES SERES, MESMO SENDO PUROS, NÃO SÃO TOLOS, POIS IDENTIFICAM MUITO RAPIDAMENTE NOSSOS ERROS E FALHAS HUMANAS. E NÃO SE CALAM QUANDO EM CONSULTA, POIS NOS ALERTAM SOBRE ELES.
ELES MANIPULAM AS ENERGIAS ELEMENTAIS E SÃO PORTADORES NATURAIS DE PODERES SÓ ENCONTRADOS NOS PRÓPRIOS ORIXÁS QUE OS REGEM.
O POVO D'ÁGUA SÃO ENTIDADES ENCARREGADAS DA LIMPEZA E DESCARGA FLUÍDICAS ASTRAL DOS FILHOS DE FÉ, DOS TERREIROS OU LARES. AJUDAM MUITO EM PROBLEMAS RELATIVOS A CASAMENTO.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

continuando... parte5

3 A COMUNICAÇÃO COM AS ALMAS
ESTE PONTO, QUE APARENTEMENTE É APENAS OBJETO DE FÉ, JÁ FOI, NO ENTANTO, COMPROVADO ATRAVÉS DE MÉDIUNS DAS MAIS DIVERSAS TENDÊNCIAS RELIGIOSAS. DESDE A MAIS REMOTA ANTIGUIDADE TEVE ESTE MUNDO A PRESENÇA DAQUELES QUE PODIAM SE COMUNICAR COM AQUELES QUE JÁ SE FORAM PARA O OUTRO PLANO. NA UMBANDA, QUANTAS VEZES SOMOS SURPREENDIDOS POR REVELAÇÕES, QUE SÃO FEITAS POR ALMAS DE PRETOS VELHOS, CABOCLOS, EXUS E DE OUTRAS ENTIDADES, DE FATOS EU JULGÁVAMOS SOMENTE CONHECIDOS POR NÓS MESMOS; E OS AVISOS QUE ESTAS MESMAS ENTIDADE NOS DÃO SOBRE ACONTECIMENTOS FUTUROS E QUE REALMENTE VÊM A ACONTECER? E A PROTEÇÃO QUE INÚMERAS VEZES SENTIMOS QUE ELAS NOS DÃO, E O PRESSENTIMENTO DE SUA PRESENÇA QUE TANTAS VEZES TEMOS? A ÚNICA COISA QUE NOS CABE EM TUDO ISTO É, ACREDITANDO NELAS, CONTRIBUIR PARA A SUA ELEVAÇÃO, EVITANDO TORNÁ-LAS MEROS ORÁCULOS DE PREDIÇÃO OU EM RESPONSÁVEIS POR TORNAREM NOSSA VIDA MELHOR, OBRIGAÇÃO ESTA QUE É SOMENTE NOSSA.

4 A EXISTÊNCIA DO CARMA (OU KARMA)
O SER HUMANO, PELO CARÁTER PUNITIVO E ATÉ VINGATIVO DE CERTAS CULTURAS RELIGIOSAS ACOSTUMA VER O CARMA COMO O CASTIGO QUE RECEBEMOS DE DEUS PELOS NOSSOS ERROS EM VIDAS PASSADAS. COMO JÁ VIMOS ESSA VISÃO DE UM DEUS VINGATIVO E PUNITIVO, É INCOMPATÍVEL COM A VISÃO QUE, NÓS OS UMBANDISTAS TEMOS DE OLORUM. POR ISSO MESMO, O CARMA TEM PARA NÓS UM SENTIDO DIFERENTE. NA VERDADE ELE É FRUTO DE UMA DECISÃO PRÓPRIA, DE NOSSO LIVRE ARBÍTRIO. QUANDO TERMINAMOS UM CICLO DE VIDA TERRENA NOS É DADO REVER TODAS NOSSAS EXISTÊNCIAS E A PARTIR DESSA REVISÃO QUE FAZEMOS EM NOSSAS VIDAS TEMOS A CAPACIDADE, POR ESTARMOS LIBERTOS DA MATÉRIA DENSA, QUE É NOSSO CORPO, DE JULGARMOS NOSSOS PRÓPRIOS ATOS E DE TRAÇAR CAMINHOS PARA NOSSAS FUTURAS VIDAS CORPÓREAS, VISANDO CORRIGIR ANTIGOS ERROS E COM ISSO EVOLUIR EM DIREÇÃO A ESSA ENERGIA DIVINA QUE É NOSSA META, NOSSO PORTO DE CHEGADA APÓS AS NECESSÁRIAS REENCARNAÇÕES.

5 O LIVRE ARBÍTRIO
SER HUMANO TEM PELO MENOS DOIS MOMENTOS CRUCIAIS DE LIVRE ARBÍTRIO. O PRIMEIRO DELES É NO MOMENTO EM QUE PREPARA SUA REENCARNAÇÃO, QUANDO DEFINE O CAMINHO QUE IRÁ TRILHAR EM SUA PRÓXIMA EXISTÊNCIA, O MEIO EM QUE VIRÁ, OS PROBLEMAS E DEFICIÊNCIAS QUE IRÁ ENFRENTAR. O SEGUNDO MOMENTO É QUANDO, JÁ REENCARNADO, POR SUA PRÓPRIA DECISÃO, DEFINE-SE POR CUMPRIR OU NÃO AQUELE PLANO DE VIDA A QUE SE PROPÔS. TAMBÉM AQUI SE FAZ SENTIR A BONDADE, A TOLERÂNCIA , ENFIM, EM SÍNTESE, A ENERGIA DIVINA. NÃO IMPORTA QUANTAS VEZES O SER HUMANO DEIXE DE CUMPRIR AQUILO QUE FOI TRAÇADO, POR ELE MESMO, ENQUANTO ESTIVER NESSE CICLO DE VIDA SEMPRE SERÁ TEMPO DE VOLTAR ATRÁS E COMEÇAR A CUMPRIR AQUILO QUE SE DETERMINOU COMO OBJETIVO DESSE NOSSO CICLO TERRENO.

6 A REENCARNAÇÃO
COMO SE PODE VER PELOS PILARES ANTERIORMENTE VISTOS, NÃO SE PODE COMPREENDER NENHUM DELES SE NÃO ACEITARMOS A REENCARNAÇÃO. CADA CICLO DE VIDA TERRENA QUE INICIAMOS É, NA VERDADE, MAIS UMA OPORTUNIDADE QUE GANHAMOS DE NOSSO PAI SUPREMO PARA CAMINHARMOS EM DIREÇÃO A ELE. ATRAVÉS DE NOSSAS MÚLTIPLAS EXISTÊNCIAS TERRENAS É QUE CONSEGUIMOS EVOLUIR NO CAMINHO QUE NOS DETERMINAMOS. SOMENTE A REENCARNAÇÃO NOS EXPLICA OS SENTIMENTOS QUE TEMOS COM RELAÇÃO A PESSOAS QUE APARENTEMENTE NUNCA VIMOS; SENTIMENTOS DE AMOS, DE PROFUNDA AMIZADE, DE ANTIPATIA E OUTROS. POR ISSO MESMO, DEVEMOS SEMPRE NOS LEMBRAR DE COLOCAR SEMPRE EM NOSSAS RELAÇÕES NOSSA MAIOR TOLERÂNCIA, NOSSO MAIOR AMOR, POIS SEGURAMENTE ESSES SENTIMENTOS INEXPLICÁVEIS TÊM SUA ORIGEM EM VIDAS PASSADAS E MUITAS VEZES FAZEM PARTE DO RESGATE A QUE NOS COMPROMETEMOS.
MARIA
QUAIS SÃO AS SETE

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Caboclos

Festa dos Caboclos

A CASA BRANCA tem a alegria de convidar seus filhos e amigos, para a festa em homenagem aos caboclos que se realizará no dia 16 de setembro de 2009.





CABOCLOS E CABOCLAS



ORIGINALMENTE, A PALAVRA CABOCLO SIGNIFICA MESTIÇO DE BRANCO COM ÍNDIO MAS, NA PERCEPÇÃO UMBANDISTA, REFERE-SE AOS INDÍGENAS QUE EM ÉPOCAS REMOTAS HABITARAM DIVERSAS PARTES DO PLANETA, COMO CIVILIZAÇÕES APARENTEMENTE PRIMITIVAS, MAS NA REALIDADE DE GRANDE SABEDORIA. ESPÍRITOS QUE, EMBORA EM SUA ENCARNAÇÕES TENHAM VIVIDO EM OUTROS PAÍSES, IDENTIFICAM-SE ESPIRITUALMENTE NA VIBRAÇÃO DOS CABOCLOS, COMO POR EXEMPLO, OS ÍNDIOS AMERICANOS, OS ASTECAS, OS MAIAS, OS INCAS E DEMAIS INDÍGENAS QUE POVOARAM A AMÉRICA DO SUL.
FALAR EM CABOCLOS NA UMBANDA, É FAZER MENÇÃO A TODOS ELES QUE, COM DENOMINAÇÕES DIVERSAS, ATUAM EM NOSSOS TERREIROS E QUE, COM HUMILDADE, COMO MUITO BEM RECOMENDA A ESPIRITUALIDADE, OMITEM DETALHES REFERENTES ÀS SUAS VIDAS QUANDO ENCARNADOS.
NA UMBANDA, OS CABOCLOS CONSTITUEM UMA FALANGE E, COMO TAL, PENETRAM EM TODAS AS LINHAS, ATUANDO EM DIVERSAS VIRAÇÕES. ENTRETANTO, CADA UM DELES TEM UMA VIBRAÇÃO ORIGINÁRIA, QUE PODE SER OU NÃO AQUELA EM QUE ELE ATUA.
ANTIGAMENTE EXISTIA A CONCEPÇÃO DE QUE TODO CABOCLO SERIA UM OXÓSSI, OU SEJA, VIRIA SOB A VIBRAÇÃO DESTE ORIXÁ. PORÉM EM NOSSA PERCEPÇÃO, COMPREENDEMOS QUE CABOCLOS DIFERENTES, POSSUEM VIBRAÇÕES ORIGINAIS DIFERENTES, PODENDO SE APRESENTAR SOB A VIBRAÇÃO DE OGUM, DE XANGÔ, DE OXÓSSI OU OMOLÚ. JÁ AS CABOCLAS, PODEM SE APRESENTAR SOB AS VIBRAÇÕES DE IEMANJÁ, DE OXUM, DE IANSÃ OU DE NANÃ.
NÃO HÁ NECESSIDADE DA VIBRAÇÃO DO CABOCLO GUIA, COINCIDIR COM A DO ORIXÁ DONO DA COROA DO MÉDIUM: O GUIA PODE SER, POR EXEMPLO, DE OGUM, E ATUAR EM UM SENSITIVO QUE É FILHO DE OXÓSSI; APENAS NESTE CASO, A ENTIDADE, EMBORA SENDO DE OGUM, ASSIMILARÁ A VIBRAÇÃO DE OXÓSSI.
ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA VIBRAÇÃO DOS CABOCLOS E CABOCLAS
SÃO GERALMENTE ESPÍRITOS DE CIVILIZAÇÕES PRIMITIVAS. FORAM ESPÍRITOS DE TERRAS RECÉM FORMADAS E DESCOBERTAS, ELES FORMARAM SOCIEDADES (TRIBOS E ALDEIAS), COM PERFEITA ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL, TUDO ERA FABRICADOS POR ELES, DESDE O CULTIVO DE ALIMENTOS ATÉ A MORADIA.
COMO FORAM PRIMITIVOS CONHECEM BEM TUDO QUE VEM DA TERRA, ASSIM CABOCLOS SÃO OS MELHORES GUIAS PARA ENSINAR A IMPORTÂNCIA DAS ERVAS E DOS ALIMENTOS VINDOS DA TERRA, ALÉM DE SUA UTILIZAÇÃO.
ASSIM COMO OS PRETOS VELHOS, POSSUEM GRANDE ELEVAÇÃO ESPIRITUAL, E TRABALHAM "INCORPORADOS" A SEUS MÉDIUNS NA UMBANDA, DANDO PASSES E CONSULTAS, EM BUSCA DE SUA ELEVAÇÃO ESPIRITUAL.
SÃO SUBORDINADOS AOS ORIXÁS, O QUE LHES CONCEDE UMA FORÇA MESTRA NA SUA PERSONALIDADE E FORMA DE TRABALHO, IGUAL AOS PRETOS VELHOS.
QUANDO FALAMOS NA PERSONALIDADE DE UM CABOCLO OU DE QUALQUER OUTRO GUIA, ESTAMOS NOS REFERINDO A SUA FORMA DE TRABALHO.
COSTUMAM USAR DURANTE AS GIRAS, PENACHOS E FUMAM CHARUTOS. FALAM DE FORMA RÚSTICA LEMBRANDO SUA FORMA PRIMITIVA DE SER, DESSA FORMA MOSTRAM ATRAVÉS DE SUAS DANÇAS MUITA BELEZA, PRÓPRIA DESSA LINHA.
SEUS "BRADOS", QUE FAZEM PARTE DE UMA LINGUAGEM COMUM ENTRE ELES, REPRESENTAM QUASE UMA "SENHA" ENTRE ELES. CUMPRIMENTOS E DESPEDIDAS SÃO FEITAS USANDO ESSES SONS.
COSTUMAMOS DIZER QUE AS DIFERENÇAS ENTRE ELES ESTÃO NOS LUGARES QUE ELES DIZEM PERTENCER. DANDO COMO ORIGEM OU HABITAT NATURAL, ASSIM PODEMOS TER:

CABOCLOS DA MATA - ESSES VIVERAM MAIS PRÓXIMOS DA CIVILIZAÇÃO OU TIVERAM CONTATO COM ELAS.

CABOCLOS DA MATA VIRGEM - ESSES VIVERAM MAIS INTERIORIZADO NAS MATAS, SEM NENHUM CONTATO COM OUTROS POVOS.
ASSIM VÁRIOS CABOCLOS SE ACOPLAM DENTRO DESSA DIVISÃO.
TORNA-SE DE GRANDE IMPORTÂNCIA CONHECERMOS ESSES DETALHES PARA COMPREENDERMOS PORQUE ALGUNS FALAM MAIS EXPLICADOS QUE OUTROS. MAIS AINDA EXISTE AS PARTICULARIDADES DE CADA UM, QUE PERMITEM DIFERENCIARMOS UM DOS OUTROS.
A PRIMEIRA É A "ESPECIALIDADE" DE CADA UM, SÃO ELAS: CURANDEIROS, REZADEIROS, GUERREIROS, OS QUE CULTIVAVAM A TERRA (AGRICULTORES), PARTEIRAS, ENTRE OUTROS.
A SEGUNDA É DIFERENÇA CRIADA PELA "FORÇA DA NATUREZA" QUE OS REGE. É O ORIXÁ PARA QUEM ELES TRABALHAM.
PARA NÓS DA UMBANDA, É IMPORTANTÍSSIMO SABER QUE A "PERSONALIDADE" DE UM CABOCLO SE DÁ PELA JUNÇÃO DE SUA "ORIGEM", "ESPECIALIDADE" E "FORÇA DA NATUREZA" QUE O REGE.
E É NESSA "PERSONALIDADE" QUE CENTRAMOS NOSSOS ESTUDOS. ASSIM COMO OS PRETOS VELHOS, ELES PODEM DAR PASSE, CONSULTA E CORRENTES DE ENERGIZAÇÃO OU PARTICIPAREM DE DESCARREGO, CONTUDO SUA PRÁTICA DA CARIDADE SE DÁ PRINCIPALMENTE COM A MANIPULAÇÃO.
QUANDO FALAMOS EM MANIPULAÇÃO, ESTAMOS NOS REFERINDO DESDE PREPARO DE REMÉDIOS FEITOS COM ERVAS, EMPLASTOS, COMPRESSAS E BANHOS EM GERAL ATÉ MANIPULAÇÃO FÍSICA, COMO POR REZAR "ESPINHELA CAÍDA".
ESSES GUIAS POR CONHECEREM BEM A TERRA, ACREDITAM MUITO NO VALOR TERAPÊUTICO DAS ERVAS E DE TUDO QUE VEM DA TERRA, POR ISSO AS USAM MAIS QUE QUALQUER OUTRO GUIA.
DESENVOLVERAM COM ISSO UM CONHECIMENTO QUÍMICO MUITO GRANDE PARA FAZER REMÉDIOS NATURAIS.
COMO SÃO ESPÍRITOS DA MATA PROPRIAMENTE DITA, TODOS RECEBEM FORTE INFLUÊNCIA DE OXOSSI, NO SENTIDO APENAS DO CONHECIMENTO QUÍMICO DAS ERVAS, INDEPENDENTE DO ORIXÁ QUE TRABALHE.
SÃO ESPÍRITOS QUE TAMBÉM TRABALHAM MUITO COM PASSE. ACREDITAMOS SER PELA FACILIDADE DE LOCOMOÇÃO, JÁ QUE NORMALMENTE TRABALHAM EM PÉ.
SÃO TAMBÉM BASTANTE NECESSÁRIOS NA HORA DE UM DESCARREGO, POIS CONSEGUEM ACOPLAR NO MÉDIUM EM QUALQUER POSIÇÃO.

FORMAS INCORPORATIVAS E ESPECIALIDADE DE CABOCLOS:

CABOCLOS DE OXÓSSI
SÃO OS QUE MAIS SE LOCOMOVEM, SÃO RÁPIDOS E DANÇAM MUITO.
TRABALHAM COM BANHOS E DEFUMADORES, NÃO POSSUEM TRABALHOS DEFINIDOS, PODEM TRABALHAR PARA DIVERSAS FINALIDADES.
ESSES CABOCLOS GERALMENTE SÃO CHEFES DE LINHA. ROFISSIONAL.
DÃO TAMBÉM MUITO PASSE DE DISPERSÃO. SÃO DIRETOS PARA FALAR.

CABOCLOS DE OGUM
SUA INCORPORAÇÃO É MAIS RÁPIDA E MAIS COMPACTADA AO CHÃO, NÃO RODAM. CONSULTAS DIRETAS, GERALMENTE GOSTAM DE TRABALHOS DE AJUDA PROFISSIONAL. SEUS PASSES SÃO NA MAIORIA DAS VEZES PARA DOAR FORÇA FÍSICA, PARA DAR ÂNIMO.

CABOCLOS DE YEMANJÁ - TRABALHAM NA LINHA DE OGUM.(OGUM BEIRA MAR)

CABOCLOS DE XANGÔ
SÃO GUIAS DE INCORPORAÇÕES RÁPIDAS E CONTIDAS, GERALMENTE ARRIANDO O MÉDIUM NO CHÃO.
TRABALHAM PARA : EMPREGO; CAUSAS NA JUSTIÇA ETC

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

ervas de Exú

Amendoeira: Seus galhos são usados nos sacudimentos locais, ou seja, nos locais em que o homem exerce suas atividades lucrativas. Na medicina caseira, seus frutos são comestíveis, porém em grandes quantidades, causam diarréia de sangue. Das sementes fabrica-se o óleo de amêndoas, muito usado para fazer sabonetes por ter efeitos emolientes, além de amaciar a pele.
Amoreira: Planta que armazena fluidos negativos e os solta ao entardecer, é usada pelos sacerdotes no culto a Eguns. Na medicina caseira, é usada para debelar as inflamações da boca e garganta.



Aroeira: Nas casas de Candomblé este vegetal pertence a Exú e tem aplicação nas obrigações de cabeça, nos sacudimentos, nos banhos fortes de descarrego e nas purificações de pedras. É usada como adstringente na medicina caseira, apressa a cura de inflamações do aparelho genital. Também é de grande eficácia nas lavagens genitais

Arrebenta Cavalo: No uso ritualístico esta erva é empregada do pescoço para baixo, em hora aberta. É também usado em magias para atrair simpatia. Não é usada na medicina caseira.

Arruda: Indicada contra maus fluídos e olho-grande. Suas folhas miúdas são aplicadas nos obori, banhos de limpeza ou descarrego, o que é fácil de perceber, pois se o ambiente estiver realmente carregado, a arruda morre.

Avelós - Figueira do Diabo: Seu uso se restringe a purificação das pedras do orixá antes de serem levadas ao assentamento, é usada socada. A medicina caseira indica esta erva para combater úlceras e resolver tumores.
Beldroega: Usada na purificação das pedras de Exú. O povo utiliza suas folhas, socadas, para apressar cicatrizações de feridas.

Brinco de Princesa: Seu uso restringe-se a banhos fortes para proteger os filhos deste orixá. Não possui uso popular.
Cabeça de Nego: No ritual a rama é empregada nos banhos de limpeza e o bulbo nos banhos fortes de descarrego. Esta batata combate reumatismo, menstruações difíceis e inflamações vaginais.

Cajueiro: Suas folhas são utilizadas pelo axogun para o sacrifício ritual de animais quadrúpedes. em seu uso caseiro, ele combate corrimentos e diabetes
Cana de Açucar: Suas folhas secas e bagaços são usadas em defumações para purificar o ambiente antes dos trabalhos ritualísticos, pois essa defumação destrói eguns. Não possui uso na medicina caseira.
Catingueira: É muito empregada nos banhos de descarrego. Seu sumo serve para fazer a purificação das pedras. Entretanto, não deve fazer parte do axé de Exú onde se depositam pequenos pedaços dos axé das aves ou bichos de quatro patas. Na medicina caseira ela é indicada para menstruações difíceis.
Cebola - cencém: Essa cebola é de Exú e nos rituais seu bulbo é usado para os sacudimentos domiciliares. O povo utiliza suas folhas cozidas como emoliente.
Cunanã: Seu uso restringe-se aos banhos de descarrego e limpeza. Substitui em parte, os sacrifícios a Exú. A medicina caseira indica os galhos novos desta planta para curar úlceras.
Fedegoso Crista de galo: Esta erva é utilizada em banhos fortes, de descarrego, pois é eficaz na destruição de Eguns e causadores de enfermidades e doenças. Seus galhos envolvem os ebó de defesa. Com as flores e sementes desta planta é feito um pó, o qual é aplicado sobre as pessoas e em locais, é denominado "o pó que faz bem". Na medicina caseira atua com excelente regulador feminino e para cura de erisipelas e males do fígado.

Fedegoso: Misturada a outras ervas pertencentes a Exú, o fedegoso realiza os sacudimentos domiciliares. É de grande utilidade para limpar o solo onde foram riscados os pontos de Exú e locais de despacho pertencentes ao deus da liberdade.

Figo do Inferno: Somente as folhas pertencem a Exú. Não possui uso popular.


Folha da Fortuna: É empregada em todas as obrigações de cabeça, em banhos de limpeza ou descarrego e nos abô de quaisquer filhos de santo. Na medicina caseira é consagrada por sua eficácia, curando cortes, acelerando a cura nas cicatrizações, contusões e escoriações, usando as folhas socadas sobre os ferimentos.
Jurema Preta: É usada nos banhos de descarrego e nos ebó de defesa. O povo a indica no combate a úlceras e cancros, usando o chá das cascas.

Jurubeba: Utilizada em banhos preparatórios de filhos recolhidos ao ariaxé. Na medicina caseira, o chá de suas folhas e frutos propiciam um melhor funcionamento do baço e fígado. É poderoso desobstruente e tônico, além de prevenir e debelar hepatites. Banhos de assento morno com essa erva propiciam melhoras às articulações das pernas.

Lanterna Chinesa: Utilizada em banhos fortes para descarregar os filhos atacados por eguns. Suas flores enfeitam a casa de Exú. Popularmente, é usada como adstringente e a infusão de suas flores é indicada para a inflamação dos olhos.

Manona: Suas folhas servem como recipiente para arriar o ebó de Exú. Suas sementes socadas vão servir par purificar o otá de Exú. Não uso popular.

Mangueira: É aplicada nos banhos fortes e nas obrigações de ori, misturada com aroeira, pinhão-roxo, cajueiro e vassourinha de relógio, do pescoço para baixo. As folhas servem para cobrir o salão da casa em dias de toque. Na medicina caseira é usada contra diarréias e asma. O cozimento das folhas, em lavagens vaginais, põe fim ao corrimento.
Pau D'alho: Os galhos dessa erva são utilizados nos sacudimentos domiciliares e em banhos fortes, misturadas com aroeira, pinhão roxo, ou pinhão branco. Na medicina popular é usada para exterminar abscessos e tumores. Usa-se socando bem as folhas e colocando-se sobre os tumores. O cozimento de suas folhas, em banhos quentes e demorados, é excelente para o reumatismo e hemorróidas.
Pimenta Darda: Aplicada em banhos fortes e nos assentamentos de Exú. Na medicina caseira, suas sementes em infusão são anti-helmínticas, destruindo até ameba.
Pinhão Branco: Aplicada em banhos fortes misturadas com aroeira. Esta planta possui o grande valor de quebrar magias e em algumas ocasiões substitui o sacrifício de Exú. Suas sementes são usadas pelo povo como purgativo. O leite encontrado por dentro dos galhos é de grande eficácia colocado sobre a erisipela. Atenção, pois o leite possui uma nódoa que mancha tecidos.
Pinhão Roxo: Possui as mesmas aplicações nos rituais do pinhão branco, além de ser poderoso nos banhos de descarrego e limpeza, também em sacudimentos domiciliares, usando-se os galhos.Não possui uso popular.
Pinhão Coral: Usado para banhos de descarrego, no ebó de defesa. Na medicina caseira é usado contra feridas rebeldes e úlceras malignas.
Quixambeira: É aplicada em banhos de descarrego e limpeza para destruição de eguns e ao pé desta planta são arriadas obrigações a Exú e a Egun. Na medicina caseira suas cascas cozida, atua como energético adstringente.

Urtiga Branca: É empregada nos banhos fortes, nos de descarrego e limpeza e nos ebó de defesa. Faz parte nos assentamentos.
Urtiga Vermelha: Participa em quase todas as preparações do ritual, pois, entra nos banhos fortes, de descarrego e limpeza. É axé dos assentamentos de Exú e utilizada nos ebó de defesa. Suas raízes e folhas em chá, agem como diurético.
Xiquexique: Participa nos banhos fortes, de limpeza ou descarrego. São axé nos assentamentos de Exú e circundam os ebó de defesa. É indicada contra problemas renais