domingo, 26 de julho de 2009

Ummbanda1

“REGISTRA A GRAMÁTICA DE KIBUNGO, DO PROFESSOR JOSÉ L. QUINTÃO PÁGINA L07 “ UMBANDA ARTE DE CURAR : QUIMBANDA QUER DIZER O CURANDEIRO.
PARA EXPLICAR A PALAVRA UMBANDA COMO RELIGIÃO, VAMOS ENTÃO FALAR COMO FOI ANUNCIADA ESTA RELIGIÃO NO BRASIL.
EM NITERÓI, DISTRITO DE NEVES, NA RUA DA COVANCA, HOJE RUA MARECHAL FLORIANO PEIXOTO Nº 30 , MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO UMA TRADICIONAL FAMÍLIA LOCAL DE CRENÇA CATÓLICA ACOMPANHAVA A DOENÇA DE UM DE SEUS FILHOS, UMA INEXPLICÁVEL PARALISIA , QUE O MANTINHA ACAMADO POR LONGOS MESES, SEU NOME: ZÉLIO FERNADINO DE MORAES - SUA IDADE 17 ANOS.

NO DIA 14 DE NOVEMBRO DE 1908 , PARA SURPRESA DA FAMÍLIA, O FILHO ZÉLIO SENTOU-SE NA CAMA, TOMADO DE UMA VOZ QUE NÃO ERA A DELE ANUNCIOU QUE NO DIA SEGUINTE ESTARIA CURADO. ISTO DE FATO ACONTECEU.
ELE LEVANTOU-SE NORMALMENTE CONFORME HAVIA SIDO ANUNCIADO. NINGUÉM, SOUBE EXPLICAR O QUE ACONTECEU.
FOI SUGERIDO ENTÃO POR UM AMIGO DA FAMÍLIA QUE ELE FOSSE LEVADO A ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA DO RIO DE JANEIRO,( KARDECISTA) ENTÃO PRESIDIDA POR JOSÉ DE SOUZA.

ERA O DIA 15 DE NOVEMBRO.
ZÉLIO FOI LEVADO A UMA SESSÃO QUE IRIA SE REALIZAR NAQUELA NOITE.
O DIRIGENTE DA REUNIÃO DETERMINOU QUE ZÉLIO SENTASSE À MESA.
DURANTE A REUNIÃO COMEÇARAM A SE MANIFESTAR ESPÍRITOS
QUE SE APRESENTARAM COMO PRETOS VELHOS E ÍNDIOS.

A DIREÇÃO DA MESA CONVIDOU-OS A SE RETIRAR DIZENDO QUE ALI NÃO ERA LUGAR PARA AQUELAS ENTIDADES, CONSIDERADAS ESPIRITUALMENTE ATRASADAS. ZÉLIO TOMADO POR UMA FORÇA ESTRANHA À SUA VONTADE LEVANTOU-SE E PERGUNTOU PORQUE A MESA NÃO ACEITAVA A COMUNICAÇÃO DESTES ESPÍRITOS E PORQUE ERAM CONSIDERADOS ATRASADOS APENAS PELA SUA DIFERENÇA DE COR E CONDIÇÃO SOCIAL. HOUVE UMA DISCUSSÃO ENTRE OS MÉDIUNS E O ESPÍRITO QUE SE MANIFESTAVA ATRAVÉS DE ZÉLIO, E UM DOS MÉDIUNS VIDENTES PERGUNTOU: “PORQUE O IRMÃO FALA NESTE TERMOS? ACHA QUE ESTA MESA ACEITARÁ ESPÍRITOS DE POUCA LUZ , QUE PELO SEU GRAU DE CULTURA FORAM EM OUTRAS ENCARNAÇÕES ATRASADOS? PORQUE O IRMÃO, ( REFERINDO-SE AO ESPIRITO QUE FALAVA ATRAVÉS DE ZÉLIO ) FALA DESTE MODO SE POSSO VER VESTES BRANCAS QUE REFLETEM UMA AURA DE LUZ? EM RESPOSTA, A ENTIDADE QUE SE MANIFESTAVA ATRAVÉS DE ZÉLIO, ANUNCIOU QUE JÁ QUE ALI ELES NÃO PODIAM MANIFESTAR-SE, NO DIA SEGUINTE, NA CASA DO SEU APARELHO IRIA INICIAR UM CULTO NO QUAL OS ESPÍRITOS DE PRETOS VELHOS ESCRAVOS E DE ÍNDIOS PODERIAM DAR SUAS MENSAGENS E ASSIM CUMPRIR A MISSÃO QUE O PLANO ESPIRITUAL LHES CONFIARA. ENTÃO A MÉDIUM VIDENTE PERGUNTOU COM QUEM ESTAVA FALANDO: O ESPÍRITO RESPONDEU: SE QUEREM UM NOME, QUE SEJA ESSE : CABOCLO DAS SETE ENCRUZILHADAS, PORQUE PARA MIM NÃO HAVERÁ CAMINHOS FECHADOS. A

Umbanda1

“REGISTRA A GRAMÁTICA DE KIBUNGO, DO PROFESSOR JOSÉ L. QUINTÃO PÁGINA L07 “ UMBANDA ARTE DE CURAR : QUIMBANDA QUER DIZER O CURANDEIRO.
PARA EXPLICAR A PALAVRA UMBANDA COMO RELIGIÃO, VAMOS ENTÃO FALAR COMO FOI ANUNCIADA ESTA RELIGIÃO NO BRASIL.
EM NITERÓI, DISTRITO DE NEVES, NA RUA DA COVANCA, HOJE RUA MARECHAL FLORIANO PEIXOTO Nº 30 , MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO UMA TRADICIONAL FAMÍLIA LOCAL DE CRENÇA CATÓLICA ACOMPANHAVA A DOENÇA DE UM DE SEUS FILHOS, UMA INEXPLICÁVEL PARALISIA , QUE O MANTINHA ACAMADO POR LONGOS MESES, SEU NOME: ZÉLIO FERNADINO DE MORAES - SUA IDADE 17 ANOS.

NO DIA 14 DE NOVEMBRO DE 1908 , PARA SURPRESA DA FAMÍLIA, O FILHO ZÉLIO SENTOU-SE NA CAMA, TOMADO DE UMA VOZ QUE NÃO ERA A DELE ANUNCIOU QUE NO DIA SEGUINTE ESTARIA CURADO. ISTO DE FATO ACONTECEU.
ELE LEVANTOU-SE NORMALMENTE CONFORME HAVIA SIDO ANUNCIADO. NINGUÉM, SOUBE EXPLICAR O QUE ACONTECEU.
FOI SUGERIDO ENTÃO POR UM AMIGO DA FAMÍLIA QUE ELE FOSSE LEVADO A ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA DO RIO DE JANEIRO,( KARDECISTA) ENTÃO PRESIDIDA POR JOSÉ DE SOUZA.

ERA O DIA 15 DE NOVEMBRO.
ZÉLIO FOI LEVADO A UMA SESSÃO QUE IRIA SE REALIZAR NAQUELA NOITE.
O DIRIGENTE DA REUNIÃO DETERMINOU QUE ZÉLIO SENTASSE À MESA.
DURANTE A REUNIÃO COMEÇARAM A SE MANIFESTAR ESPÍRITOS
QUE SE APRESENTARAM COMO PRETOS VELHOS E ÍNDIOS.

A DIREÇÃO DA MESA CONVIDOU-OS A SE RETIRAR DIZENDO QUE ALI NÃO ERA LUGAR PARA AQUELAS ENTIDADES, CONSIDERADAS ESPIRITUALMENTE ATRASADAS. ZÉLIO TOMADO POR UMA FORÇA ESTRANHA À SUA VONTADE LEVANTOU-SE E PERGUNTOU PORQUE A MESA NÃO ACEITAVA A COMUNICAÇÃO DESTES ESPÍRITOS E PORQUE ERAM CONSIDERADOS ATRASADOS APENAS PELA SUA DIFERENÇA DE COR E CONDIÇÃO SOCIAL. HOUVE UMA DISCUSSÃO ENTRE OS MÉDIUNS E O ESPÍRITO QUE SE MANIFESTAVA ATRAVÉS DE ZÉLIO, E UM DOS MÉDIUNS VIDENTES PERGUNTOU: “PORQUE O IRMÃO FALA NESTE TERMOS? ACHA QUE ESTA MESA ACEITARÁ ESPÍRITOS DE POUCA LUZ , QUE PELO SEU GRAU DE CULTURA FORAM EM OUTRAS ENCARNAÇÕES ATRASADOS? PORQUE O IRMÃO, ( REFERINDO-SE AO ESPIRITO QUE FALAVA ATRAVÉS DE ZÉLIO ) FALA DESTE MODO SE POSSO VER VESTES BRANCAS QUE REFLETEM UMA AURA DE LUZ? EM RESPOSTA, A ENTIDADE QUE SE MANIFESTAVA ATRAVÉS DE ZÉLIO, ANUNCIOU QUE JÁ QUE ALI ELES NÃO PODIAM MANIFESTAR-SE, NO DIA SEGUINTE, NA CASA DO SEU APARELHO IRIA INICIAR UM CULTO NO QUAL OS ESPÍRITOS DE PRETOS VELHOS ESCRAVOS E DE ÍNDIOS PODERIAM DAR SUAS MENSAGENS E ASSIM CUMPRIR A MISSÃO QUE O PLANO ESPIRITUAL LHES CONFIARA. ENTÃO A MÉDIUM VIDENTE PERGUNTOU COM QUEM ESTAVA FALANDO: O ESPÍRITO RESPONDEU: SE QUEREM UM NOME, QUE SEJA ESSE : CABOCLO DAS SETE ENCRUZILHADAS, PORQUE PARA MIM NÃO HAVERÁ CAMINHOS FECHADOS. A

Sete Raios e os Doze Orixás

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Cartilha

PERGUNTA: A incumbência de dirigente de Umbanda, como denominam
carinhosamente de Pai ou Mãe de terreiro, é carma ou mérito?

maioria dos presentes que ganhamos tem o papel do pacote mais bonito do que o conteúdo. E esse é um deles.O médium que recebe da espiritualidade a missão de dirigir um agrupamento de outros médiuns, o faz, em primeiro lugar por necessidade de evolução e em segundo lugar porque possui a confiança daqueles que lhe dão tal incumbência.Vamos falar daqueles que receberam a missão do plano
espiritual, projeto realizado antes de sua encarnação na terra e
não daqueles dirigentes " feitos" em cursos.Tarefa mediúnica das mais difíceis e que exige dedicação total daquele espírito reencarnado, além de dose extrema de paciência, perseverança, humildade e amor. Mas ao mesmo tempo, exige dele também pulso firme e forte personalidade para impossibilitar que sua colheita seja prejudicada pela invasão das pestes.A dificuldade de cumprir a tarefa de dirigente sempre se acentua dentro do terreiro, com os médiuns e muito pouco na caridade com o povo. Todo médium de tarefa, é um ser encarnado para curar seu espírito endividado e o terreiro é o hospital onde vai se internar por um longo tempo de sua vida na terra. Sabemos que a maioria dos pacientes são impacientes, não é mesmo? E aí é que complica!O dirigente também não deixa de ser um doente que além de se tratar, agora pode estagiar ajudando aos médiuns de sua corrente " hospitalar". Isso não o coloca como um semi-deus perfeito do qual não se admitem mais erros, muito menos como alguém que tudo pode, em qualquer hora e em qualquer situação.Dele será exigido posturas mais firmes bem como entendimento mais apurado. Ele deverá se aprimorar constantemente com estudo e reforma íntima, exigindo da corrente igual compromisso. Tais posturas serão necessárias em função do tamanho de sua responsabilidade e dentre elas está a de cortar o mal pela raiz, priorizando sempre a corrente como um todo, sem privilégios a quem quer que seja.Ao assumir tal posto diante da espiritualidade, antes de
reencarnar, já estará consciente de que sua vida não será " comum" e que certamente terá que abdicar de muitas coisas materiais, em favor do lado espiritual.
O termo Pai e Mãe agracia o médium com a postura de se colocar como
tal, amparando, educando e auxiliando a corrente como verdadeiros
filhos de seu coração. Tarefa mais difícil ainda, pois esses "
filhos" não vieram de seu ventre e não nasceram ontem. São adultos,
viciados e com personalidade formada. Cada um com seus egos
aflorados, com suas necessidades de reformulação e o fato de
portarem a mediunidade, já os qualifica como devedores em
potencial.
E certamente, reeducar um adulto é muito mais difícil do que educar
uma criança. É pepino torto. Observo nos terreiros por onde ando
que muito se exige do dirigente e muito pouco se retribui. Falta
nos médiuns, desde respeito até aquilo que os deveria mover dentro
da corrente, que é amor. Humildade então, meus filhos, é coisa
rara. Em compensação sobra bajulação, geralmente usada como meio de
se fazer preferido na corrente.Todo aquele que não teve rédea firme
na infância para domar suas más tendências, vai chegar no terreiro
e expô-las de modo a perturbar a ordem do lugar. Hora e vez de
impor as leis que regem a Casa, independente do que possa pensar a
respeito disso, o médium em questão. Se mesmo indisciplinado, tiver
algo de humildade, vai receber o chamamento como aprendizado e ali
vai crescer, mas se pelo contrário, além da indisciplina prevalecer
nele a arrogância e o orgulho, acolherá como ofensa e infelizmente, o remédio é amargo para essa doença.A tarefa é tão árdua que muitos desistem na metade da caminhada, outros se corrompem, mas, ainda bem que
uma grande maioria volta à casa com sua coroa iluminada pela luz do dever cumprido e a estes,
o mérito de conseguir dar um salto em sua evolução.



Bater a cabeça: Esse é o ato de submissão em que nos abaixamos diante Deus e todos os orixás, pedindo sua proteção. O médium se abaixa e toca suavemente a testa no chão, sim suavemente, mostrando respeito pela terra que toca e sendo humilde ao se abaixar diante dos Orixás do Zeladores. Com a cabeça voltada e prostrada na toalha, também significa a solicitação da benção do seu pai espiritual e do seu orixá, significando num ato de humildade a obediência aos preceitos religiosos, devendo significar a aceitação desta casa e de seus mentores como seus condutores no caminho de Deus e de nossa religião.
As mãos voltadas com as palmas para cima, no mesmo nível que a cabeça, complementam o recebimento das emanações vibratórias positivas de Deus, dos orixás e de seus mentores espirituais.
Dizem que o ato de bater a cabeça, surgiu ainda na senzala, com os negros escravos. Sim com eles mesmos, dizem que como eles eram obrigados a reverenciar santos católicos, colocavam os assentamentos dos Orixás sob o altar dos santos católicos. Como não aceitavam estar acima da vibração dos Orixás, se deitavam no chão e encostavam a testa na terra, para estar no mesmo nível (altura) dos assentamentos, e como submissão encostavam a testa no chão pedindo-lhes a benção.
Em muitas casas, que não possuem um lugar reservado para os assentamentos, colocam os mesmos sob o altar, assim os Dirigentes e seus filhos batem a cabeça para pedir a benção a Deus e os Orixas regentes da casa.
Quando batemos a cabeça, encostamos o chacra frontal (testa), no chão, pedindo a benção a Deus, encostamos o canto direito da testa pedindo a benção a todos os Orixás e mentores da casa, encostamos o canto esquerdo da testa saudando as forças da casa (diretia e esquerda).

Paulo Ludogero

domingo, 12 de julho de 2009

Pai ou Mãe de Terreiro

PERGUNTA: A incumbência de dirigente de Umbanda, como denominam
carinhosamente de Pai ou Mãe de terreiro, é carma ou mérito?

maioria dos presentes que ganhamos tem o papel do pacote mais bonito do que o conteúdo. E esse é um deles.O médium que recebe da espiritualidade a missão de dirigir um agrupamento de outros médiuns, o faz, em primeiro lugar por necessidade de evolução e em segundo lugar porque possui a confiança daqueles que lhe dão tal incumbência.Vamos falar daqueles que receberam a missão do plano
espiritual, projeto realizado antes de sua encarnação na terra e
não daqueles dirigentes " feitos" em cursos.Tarefa mediúnica das mais difíceis e que exige dedicação total daquele espírito reencarnado, além de dose extrema de paciência, perseverança, humildade e amor. Mas ao mesmo tempo, exige dele também pulso firme e forte personalidade para impossibilitar que sua colheita seja prejudicada pela invasão das pestes.A dificuldade de cumprir a tarefa de dirigente sempre se acentua dentro do terreiro, com os médiuns e muito pouco na caridade com o povo. Todo médium de tarefa, é um ser encarnado para curar seu espírito endividado e o terreiro é o hospital onde vai se internar por um longo tempo de sua vida na terra. Sabemos que a maioria dos pacientes são impacientes, não é mesmo? E aí é que complica!O dirigente também não deixa de ser um doente que além de se tratar, agora pode estagiar ajudando aos médiuns de sua corrente " hospitalar". Isso não o coloca como um semi-deus perfeito do qual não se admitem mais erros, muito menos como alguém que tudo pode, em qualquer hora e em qualquer situação.Dele será exigido posturas mais firmes bem como entendimento mais apurado. Ele deverá se aprimorar constantemente com estudo e reforma íntima, exigindo da corrente igual compromisso. Tais posturas serão necessárias em função do tamanho de sua responsabilidade e dentre elas está a de cortar o mal pela raiz, priorizando sempre a corrente como um todo, sem privilégios a quem quer que seja.Ao assumir tal posto diante da espiritualidade, antes de
reencarnar, já estará consciente de que sua vida não será " comum" e que certamente terá que abdicar de muitas coisas materiais, em favor do lado espiritual.
O termo Pai e Mãe agracia o médium com a postura de se colocar como
tal, amparando, educando e auxiliando a corrente como verdadeiros
filhos de seu coração. Tarefa mais difícil ainda, pois esses "
filhos" não vieram de seu ventre e não nasceram ontem. São adultos,
viciados e com personalidade formada. Cada um com seus egos
aflorados, com suas necessidades de reformulação e o fato de
portarem a mediunidade, já os qualifica como devedores em
potencial.
E certamente, reeducar um adulto é muito mais difícil do que educar
uma criança. É pepino torto. Observo nos terreiros por onde ando
que muito se exige do dirigente e muito pouco se retribui. Falta
nos médiuns, desde respeito até aquilo que os deveria mover dentro
da corrente, que é amor. Humildade então, meus filhos, é coisa
rara. Em compensação sobra bajulação, geralmente usada como meio de
se fazer preferido na corrente.Todo aquele que não teve rédea firme
na infância para domar suas más tendências, vai chegar no terreiro
e expô-las de modo a perturbar a ordem do lugar. Hora e vez de
impor as leis que regem a Casa, independente do que possa pensar a
respeito disso, o médium em questão. Se mesmo indisciplinado, tiver
algo de humildade, vai receber o chamamento como aprendizado e ali
vai crescer, mas se pelo contrário, além da indisciplina prevalecer
nele a arrogância e o orgulho, acolherá como ofensa e infelizmente, o remédio é amargo para essa doença.A tarefa é tão árdua que muitos desistem na metade da caminhada, outros se corrompem, mas, ainda bem que
uma grande maioria volta à casa com sua coroa iluminada pela luz do dever cumprido e a estes,
o mérito de conseguir dar um salto em sua evolução.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

REPASSANDO DA INTERNET

CADA MÈDIUM, é uma individualidade, e cada Entidade incorporada em um Médium
em particular, é uma PARTICULARIDADE, uma INDIVIDUALIDADE, ainda que, ELA se
manifeste tambem atravéz de outros médiuns.

A "Estória" narrada ("estória" mesmo, "romance", "fantasia"), é de fato
bonita e até possivelmente inspiradora, POREM, tambem muito perigosa, devido
ao seu digamos "Potencial de Influência" nas mentes de médiuns (notadamente
iniciantes), mais desavisados, ingênuos ou influenciáveis.

É preciso se entender que, cada médium é uma individualidade e que cada Nome
de "uma" Entidade, na realidade faz referência a uma "Falange de Espiritos"
(um agrupamento de Espiritos, que trabalham em sintonia vibracional), e não
a um Espirito em particular. Ou seja, não existe uma UNICA MARIA MOLAMBO, e
nem todos os médiuns que a "incorporam", incorporam o mesmo Espirito em
particular.

Ainda que a "Estória" (o "conto" narrado abaixo), tenha sido baseado na
História Real de Vida de uma determinada pessoa, que ao fazer sua passagem
(retorno) ao mundo Espiritual, tenha de fato passado a integrar a grande
Falange de Dona Maria Mulambo, esta terá sido a história de UMA determinada
encarnação de um determinado Espirito, mas certamente que não será a mesma
para todos (ou todas) aqueles que integram aquela mesma falange.

Devemos sempre tomar muito cuidado, com estas histórias (que na grande
maioria das vezes não passa de Estórias mesmo), pois elas podem acabar
levando um médium desavisado a passar (as vezes até inconscientemente) a
REPRESENTAR um personagem ficticio, ao invéz de permitir que ocorra uma
melhor sintonia durante a manifestação da Entidade que lhe acompanha.

O Ideal, é que cada médium aprenda e SE permita (e com o minimo de
"Interferência" / "influência" possivel), sentir, manter e externar, a
vibração pura das entidades que lhe acompanham, sabendo inclusive aguardar
que (se for o caso e quando ele mesmo estiver de fato preparado para isso),
a própria entidade, atravéz dele mesmo (seja durante uma incorporação, seja
em sonho, ou mesmo intuitivamente), lhe revele suas caracteristicas
particulares, historias e demais aspectos que ela julgar ou se fizerem
necessários, para realização de seu Trabalho de assistência, atravéz daquele
médium em particular.

Por outro lado, cabe a todos NÒS (sejamos Sacerdotes ou não), e a todos
aqueles que ja tenham alguma experiência maior de vida em relação ao trato
com o espiritual, por uma simples questão de responsabilidade, seriedade e
compromisso verdadeiro, tanto para com o Espiritual, quanto para com o
próximo, procurarmos sempre ZELAR, VIGIAR, E ALERTAR, principalmente aos
mais novos quanto ao PERIGO das FANTASIAS, que podem acabar levando-os (até
inadvertidamente) à uma MISTIFICAÇÂO.

Somos (ou pelo menos deveriamos ser) RELIGIOSOS, e como tal primar por uma
REENCONTRO (Religar)mais intimo e Verdadeiro de CADA UM para com o
ESPIRITUAL. Não somos, nem AUTORES, nem DIRETORES, nem ATORES, de Peças
Teatrais (sem demérito algum a esta categoria profissional, e ainda que
algum médium possa ser em sua vida profissional), e não devemos incentivar
ao "desenvolvimento de roteiros" ou "briefings de personagens" (e nem "fazer
o Marketing" dos que ja existem), para serem (ou que possam ser)
REPRESENTADOS durante uma "Incorporação", principalmente por médiuns
Iniciantes, que em geral e naturalmente, costumam estar ansiosos por
informações a cerca das Entidades que se manifestam atravéz dele ou de
outros médiuns. Vale lembrar que, algumas das vezes, isto ocorre pela
própria curiosidade do iniciante, e outras, devido a "Cobrança" (muitas
vezes inconvenientes, intensas e desproporcionais) que sentem de seus pares
ou sacerdotes ( A Famosa "NECESSIDADE DE MOSTRAR SERVIÇO", por exemplo).

Portanto, MUITO CUIDADO, com este tipo de informação. ELA pode acabar sendo
MUITO MAIS DANOSA, do que CONSTRUTIVA, mesmo que ingenuamente não nos
apercebamos disso.

Quanto aos mais novos, que isso lhes sirva de ALERTA. Saibam aguardar, com
paciência e perseverança, dedicando-se mais a perceber, entender e
harmonizar, suas proprias sensações, EVITANDO ao MÁXIMO, se deixar
INFLUÊNCIAR, por conceitos e ESTORIAS, que lhe cheguem "De FORA".

A CURIOSIDADE, é algo mais do que normal, porem, tambem é uma "Porta
Aberta", para Influências e Mistificações, que só poderão é desvia-lo do seu
próprio "caminho" de "reencontro Intimo" e para com o Espiritual de fato.

--
Abraços Babalorixá Jorge Duarte ( Jordan )

quinta-feira, 2 de julho de 2009

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Naña

Nanã

Dia 8 de Agosto comemoramos o dia de Nanã,sinretizada Nossa Senhora da Glória.
A Casa Branca de Oxalá convida seus filhos e amigos para Homenagem a este Orixá.








NANÃ BURUKÊ

“ HOJE É DIA DE FESTA...
O TERREIRO TODO ENFEITADO,
COM FLORES DE MANACÁ, VIOLETAS, ROSAS
OLHO PRO CÉU.
CAI UMA CHUVA GOSTOSA E MIUDA.
A CHUVA ACONCHEGANTE E ACOLHEDORA,
A CHUVA DE NANÃ
CONFIRMANDO SEUS FILHOS...
QUE COISA TÃO LINDA!
QUE COISA TÃO BELA!
VER NANÃ ...
ELA É A MÃE MAIS VELHA,
NOS ABENÇOE MINHA VELHA...
SALUBÁ NANÃ,
SALUBÁ NANÃ BURUKÊ ”


NANÃ BURUKÊ: É UM ORIXÁ FEMININO DE ORIGEM DAOMEANA, QUE FOI INCORPORADO PELA CULTURA IORUBANA, QUANDO ESTE POVO CONQUISTOU O POVO DO DAOMEDANO, ASSIMILANDO SUA CULTURA E INCORPORANDO ALGUNS DOS ORIXÁS DAOMEDANOS À SUA RELIGIOSIDADE.
É NA SÍNTESE, A MAIS VELHA DOS DEUSAS DA ÁGUA, TENDO ASSOCIAÇÕES TANTO COM A MORTE E VIDA, COMO COM A POSIÇÃO RESERVADA AOS VELHOS SÁBIOS EM QUALQUER SOCIEDADE.
SE OXUM É A RESPONSÁVEL PELA VIDA QUE VAI NASCER OU ESTA COMEÇANDO, NANÃ FAZ O CAMINHO INVERSO DA MÃE DA ÁGUA DOCE. É ELA QUEM RECONDUZ AO CAMPO ASTRAL AS ALMAS DOS QUE OXUM COLOCOU NO MUNDO REAL. É O ORIXÁ DO REINO DA MORTE, SUA GUARDIÃ, QUEM POSSIBILITA O ACESSO A ESSE TERRITÓRIO DO DESCONHECIDO.
REGE JUNTAMENTE COM OXALÁ, A PASSAGEM DOS SERES ENCARNADOS PARA O OUTRO LADO DA VIDA. NANÃ É QUEM RECONDUZ AO ASTRAL AS ALMAS.
MUITOS SÃO PORTANTO OS MISTÉRIOS QUE NANÃ- TERRA ESCONDE, POIS NELA ENTRAM OS MORTOS E ATRAVÉS DELA SÃO MODIFICADOS PARA PODEREM NASCER NOVAMENTE. SÓ ATRAVÉS DA MORTE É QUE PODERÁ ACONTECER PARA CADA UM, A NOVA ENCARNAÇÃO, O NOVO NASCIMENTO, A VIVÊNCIA DE UM NOVO DESTINO – E A RESPONSÁVEL POR ESTE PERÍODO É JUSTAMENTE NANÃ BURUKÊ.
ALÉM DA ASSOCIAÇÃO COM A TERRA, NANÃ É TAMBÉM A LAMA, O LODO DO FUNDO DOS RIOS E DOS MARES EM GERAL. É, ENTÃO, POR EXTENSÃO, O ORIXÁ DOS PÂNTANOS. A ENERGIA DA CHUVA MANSA, QUE CAI DIAS E DIAS SEM PARAR. É A ENERGIA QUE TERIA A MÃE BRANDA E ZELADORA.

LENDA DE NANÃ BURUKÊ

ESTA É UMA ORIXÁ MUITO ANTIGA, QUE EM DIVERSOS MITOS APARECE COMO CO-CRIADORA DO MUNDO (NO MESMO PATAMAR DE OXALÁ E DE OLORUM). É UMA DAS ESPOSAS DE OXALÁ (AO LADO DE IEMANJÁ) E EM MUITAS REGIÕES BRASILEIRAS RECEBE O CARINHOSO APELIDO DE VOVÓ. TEM COMO ATRIBUTOS A FECUNDIDADE, A RIQUEZA E O CICLO DE MORTE E RENASCIMENTO. SEU DOMÍNIO É A LAMA, MISTURA DE TERRA E ÁGUA QUE SIMBOLIZA A ORIGEM DA VIDA. NO SINCRETISMO RELIGIOSO, ESTÁ ASSOCIADA A SANTA ANA, MÃE DE MARIA.



COR A SER MENTALIZADA: ROXO, VIOLETA

O QUE SER MENTALIZADO: OS PÂNTANOS, LAGOS DE ÁGUA PARADA, CHUVA MIÚDA, BARRO.
ELEMENTO: TERRA E ÁGUA

CÂNTICOS: SUAVES (COMO É SUAVE A CHUVA FININHA), ROGATÓRIOS, OU EMBALANTES.


“ AS ROSAS SE DESPETALARAM
NO ROMPER DA AURORA
NO JARDIM EM FLOR
A ROSA DA UMBANDA É NANÃ
OI SARAVÁ NANÃ
NANÃ BURUKÊ ”

GUIAS: AS GUIAS DE NANÃ SÃO ROXAS DE CRISTAL. EM NOSSA CASA BRANCA PADRONIZAMOS A GUIA DE CRISTAL Nº 8. SÃO FEITAS EM MÚLTIPLOS DE 7 DE FORMA A CONTORNAR O PLEXO SOLAR. ESTA GUIA SÓ PODE SER USADA PELOS MÉDIUNS QUE SE AFINAM DE UMA FORMA INCOMUM COM ESTA ENERGIA, APÓS ENTENDIMENTO E CONVERSA COM OS ZELADORES, E DEVE NASCER APÓS A QUINTA OBRIGAÇÃO: (OS DOIS ORIXÁS), QUE É DADA PELOS ZELADORES DA CASA E SOB SUA RESPONSABILIDADE.

CARACTERÍSTICAS DE SEUS FILHOS: NO GERAL SÃO PESSOAS INTROSPECTIVAS, PENSATIVAS, INTROVERTIDAS. AQUELAS REGIDAS POR NANÃ, SÃO PESSOAS QUE AMADURECEM SUAS PERSONALIDADES AINDA BEM JOVEM. PRECOCE EM QUASE TUDO, AS MULHERES MENSTRUAM MAIS CEDO E SE TORNAM RESPONSÁVEIS EM TENRA IDADE. SÃO PESSOAS QUE TAMBÉM VIVEM MUITO. GOSTAM DE CRIANÇAS, SÃO OTIMISTAS E SINCERAS. SÃO OBJETIVAS, APARENTAM SER “SECAS’ MAS ISTO É MAIS UM TRAÇO DE PERSONALIDADE. TÊM MUITA LIDERANÇA, DISPOSIÇÃO A COLABORAR, TÊM UM SENSÍVEL INSTINTO DE COOPERAÇÃO. AS PESSOAS REGIDAS POR NANÃ, AGEM COM CALMA E BENEVOLÊNCIA, DIGNIDADE E GENTILEZA.

DIA EM QUE SE COMEMORA MANÃ: 26 DE JULHO (DE ACORDO COM O CALENDÁRIO OFICIAL DE UMBANDA)

DIA DA SEMANA: SEGUNDA-FEIRA E SÁBADO

OFERENDAS DE NANÃ:

NANÃ - FOLHA DE MOSTARDA COM ARROZ.

FAZER UM ARROOZ UM POUCO PAPADO.COLOCAR DENTRO DE UM ENFEITE OU XÍCARA.
NUM ALGUIDAR ORAR COM FOLHAS DE MOSTARDAS FAZENDO UMA FLOR BEM BONITA.DEMPOIS PASSAR O ARROZ ARMADO NO AGUIDAR TENDO AS FOLHAS DE MOSTRARDA COMO FLORES DE ENFEITES


ARROZ COM REPOLHO:
COZINHAR O REPOLHOS PARA TIRAR O ROXO DELE. NA MESMA ÁGUA COZINHAR OREPOLHO PARA QUE O ARROZ FIQUE ROXINHO.

ENFEITAR O PRATO COM FOÇHAS DE REPOLHO ROXO E COLOCAR O AROOZ POR SIMA.

EFÓ

MEIO QUILO DE CAMARÃO SECO,
DESCASCADO. PIMENTA-MALAGUETA
EM PÓ. MEIO DENTE DE ALHO.
UMA CEBOLA. UMA PITADA DE
COENTRO. UM MAÇO DE ( LÍNGUA-DE-VACA OU TAIO-BA,
OU BERTALHA, OU ESPINAFRE, OU MOSTARDA).
PRIMEIRO, AFERVENTA-SE A
LÍNGUA-DE-VACA, ESCORRE-SE NA
PENEIRA, ESTENDE-SE NA TÁBUA E BATE-SE BEM COM A FACA, ATÉ FICAR
INFORME. ENXUGA-SE E ESTENDE-SE
NA PENEIRA PARA SECAR TODA A ÁGUA.
COZINHA-SE NO AZEITE-DE-DENDÊ PURO, TEM-PERADO COM TODO O RESTO.
E A PANELA FICA TAMPADA, PARA SUAR.
COME-SE COM ARROZ.

(É UMA COMIDA TÃO BOA, QUE TODOS OS
ORIXÁS A ACEITAM, MENOS OXALÁ )



DOBURÚ
MATERIAL NECESSÁRIO:MILHO ALHO ( PARA PIPOCA ) OU MILHO VERMELHO, AREIA DA PRAIA
MANEIRA DE FAZER:
NUMA PANELA QUENTE COM AREIA DA PRAIA, ESTOURAR O MILHO E ESTÁ PRONTO O DOBURU.

FEIJÃO PARA NANÃ

MATERIAL NECESSÁRIO:FEIJÃO FRADINHO, MILHO VERMELHO, CEBOLA, AZEITE-DE-DENDÊ
MANEIRA DE FAZER:
COZINHA-SE O FEIJÃO FRADINHO EM ÁGUA. SEPARADO, COZINHA-SE O MILHO VERMELHO TAMBÉM EM ÁGUA. DEPOIS, JUNTAR O FEIJÃO E O MILHO, NUM REFOGADO DE CEBOLA RALADA COM AZEITE-DE-DENDÊ.
NOTA: OSHUMARÊ E EWÁ COMEM JUNTOS. OSHUMARÊ É A COBRA MACHO E EWÁ A COBRA, CHAMADOS NO JEJÊ DE DAN-BESSÉN OU AZAUNDÔ.
MATERIAL NECESSÁRIO: MILHO VERMELHO, FEIJÃO FRADINHO, AZEITE-DE-DENDÊ, CAMARÃO SECO, 1 OBERÓ, 1 INHAME ( GRANDE ), OVOS COZIDOS, 1 CÔCO, 1 LITRO DE MEL
MANEIRA DE FAZER:
COZINHA-SE O MILHO SÓ EM ÁGUA. SEPARADO, COZINHA-SE O FEIJÃO FRADINHO, TAMBÉM SÓ EM ÁGUA. REFOGA-SE O FEIJÃO COM AZEITE-DE-DENDÊ, CEBOLA RALADA E CAMARÃO SECO SOCADO. COLOCA-SE O FEIJÃO EM METADE DE UM OBERÓ E, NA OUTRA METADE O MILHO VERMELHO. FRITA-SE UM INHAME E COLOCA-SE POR CIMA EM FATIAS, EM VOLTA, ENFEITA-SE UM OVOS COZIDOS EM RODELAS, FATIAS DE CÔCO E COLOCA-SE BASTANTE MEL DE ABELHA POR CIMA.

FOLHA DE TAIOBA PARA NANÃ
MATERIAL NECESSÁRIO: FOLHA DE TAIOBA OU MOSTARDA, CEBOLA RALADA, CAMARÃO SECO SOCADO, AZEITE-DE-DENDÊ
MANEIRA DE FAZER:
COZINHA-SE BEM A FOLHA DE TAIOBA OU MOSTARDA,E EM SEGUIDA TEMPERA-SE NUM REFOGADO DE CEBOLA RALADA, CAMARÃO SECO SOCADO E AZEITE-DE-DENDÊ.


FRUTAS:MAMÃO,MELÃO,UVAS ROXAS,BATATA DOCÊ ROXA.REPOLHO ROXO,AMORA,
ORNAMENTAR UM PRATO COM OSTAS FRUTAS E LEGUMES DE MODO QUE FIQUE BEM BONITO.

OMOLOCUM PARA NANÃ

INGREDIENTES

UM QUILO DE FEIJÃO FRADINHO
UMA GARRAFA DE AZEITE DE DENDÊ
UMA LATA DE AZEITE DOCE
TRÊS OVOS
UMA VELA DE SETE DIAS LILÁS
FLORES AMARELAS
UM ALGUIDAR

MODO DE FAZER

COZINHAR O FEIJÃO FRADINHO COM DENDÊ. EM SEGUIDA, AMASSÁ-LO COM COLHER DE PAU. COZINHAR OS OVOS, DEPOIS RETIRAR-LHE AS CASAS.
COLOCA-SE O PUDIM DE FEIJÃO NO ALGUIDAR, ENFEITA-SE COM OS OVOS COZIDOS, REGADOS COM AZEITE DE DENDÊ.
ACENDER A VELA E ENFEITAR COM AS FLORES OU SÓ DEIXA-LAS DE LADO.


DANÇA DE NANÃ: SUA DANÇA É LENTA, PESADA, CURVADA, DEMONSTRANDO SUA IDADE E VELHICE.

O QUE PEDIR A ESTE ORIXÁ: HARMONIA NO LAR, ENTRE CASAIS, PARA FERTILIDADE, ÊXITO NOS NEGÓCIOS, NOS ESTU-DOS, HARMONIA DE SEUS FILHOS. SAÚDE FÍSICA, MENTAL E ESPIRITUAL.

FLORES: TODAS, DESDE QUE TRAGAM TONALIDADE LILÁS OU ROXA, FLOR DE MARACUJÁ, MANACÁ, HORTÊNCIA LILÁS, VIOLETA, MIOSÓTIS, PALMAS BRANCAS, ROSAS BRANCAS, COPO DE LEITE, FLOR DE LARANJEIRA, ANGÉLICA, PAPOULA ROXA, IPÊ ROXO, QUARESMEIRA.

FRUTAS: MELÃO, MELANCIA, JACA, BANANA DA TERRA, GRAVIOLA, PÊSSEGO, TÂMARA, PÊRA, MAÇÃ, UVAS DE TODAS AS ESPÉCIES.

ERVAS: AGAPANTO LILÁS, AVENCA, CIPRESTE, MANACÁ, QUARESMEIRA, ALFAVACA, MARIANINHA, MÃE BOA, SEMPRE VIVA ROXA, MELÃO DE SÃO CAETANO, ASSA PEIXE, BREDO SEM ESPINHO, ALFAVAQUINHA, JARRINHA, ERVA DE PASSARINHO, CANA DO BREJO, RAMA DE LEITE, TAIOBA, BOLDO, CEDRINHO.

BEBIDAS: ÁGUA DE CHUVA, ÁGUA DE COCO, MEL, DENDÊ, SUMO DE SUAS PRÓPRIAS ERVAS E FURTOS, CHAMPANHE CLARA.

MINERAL: OURO BRANCO

SAUDAÇÃO: “SALUBÁ NANÃ ! SALUBÁ NANÃ BURUKÊ !
NA = PRÓPRIA
NON = QUE
BU = TIRAR UMA PORÇÃO DE ALGO
RU = GERAL
IKU = MORRER, SEPARAR-SE.
ENTÃO NANÃ BURUKÊ QUE DIZER: A ENERGIA QUE TIRA OU GERA UMA PORÇÃO DE ALGO, OU AQUELA QUE GERA E TIRA A VIDA. SALUBA QUE DIZER: SALVE.

PONTOS

RERE / RERE/ RERE/ VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ
RERE / RERE/ RERE/ VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ
NA PORTA DA FITA TEM CANDEIA
VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ
RERE / RERE/ RERE/ VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ
QUEM CORTA O MAL E SALVA VOCÊ
É NANÃ, É NANÃ BURUKÊ
RERE / RERE/ RERE/ VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ
QUEM É MÃE DE OBALUAÊ
É NANÃ, É NANÃ BURUKÊ
RERE / RERE/ RERE/ VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ
EU JÁ LOUVEI IANSÃ , EU JÁ LOUVEI IANSÃ
AGORA É VOCÊ, É NANÃ, É NANÃ BURUKÊ
RERE / RERE/ RERE/ VAMOS SARAVÁ NANÃ BURUKÊ

MARÉ TÁ CHEIA NANÃ
EU QUERO PASSAR
SE EU MORRER OBALUAÊ
VENHA ME SALVAR Ô NANÃ

SÃO FLORES NANÃ SÃO FLORES
SÃO FLORES NANÃ BURUQUÊ
SÃO FLORES NANÃ
SÃO FLORES
DO SEU FILHO OBALUAÊ
NAS HORAS DE AGONIA
QUEM É QUE VEM ME VALER
É SEU FILHO NANÃ É MEU PAI
É SEU FILHO OBALUAÊ

NANÃ, NANÃ OI NANÃ BURUKÊ (BIS)
A SUA SAIA É ROXA
A SUA CASA É DE SAPÉ (BIS)


MAS PORQUE É QUE A ÁGUA É FRIA,
MAS PORQUE É QUE A ÁGUA GEME Ô NANÃ (BIS)
VAMOS SARAVA A NANÃ BURUKÊ,
VAMOS SARAVA A NANÃ BURUKÊ (BIS)