quarta-feira, 11 de março de 2009

Rubens Oliveira

Fiquei estarrecido,após longa ausência do país, com as declarações de um arrogante membro da IgrejaCatólica de Pernambuco,que andou confundindo a sua posição de religioso com a de um médico .Médicos que somos, além dos inúmeros anos de aprendizado acadêmico,somos obrigados a pós graduação severa para poder assistir e julgar a mais preciosa jóia deste mundo :A vida.Não moramos em outras galáxias ,sem rédeas e leis.Somos seres humanos que passamos por milhões de anos dos Primatas até a sociedade organizada e civilizada dos dias de hoje .Com responsabilidade e amor ao próximo fazemos que as pessoas sintam menos dores, tenham melhor qualidade de vida,minimizandonão raras vezes o sofrimento de sua alma.Com leis rígidas, temos que prestar contas aos Conselhos de Medicina se erramos por dolo ou negligência.Diante da fúria estampada pelo religioso ,prepotente e arrogante pré julgando um ato médico sem nenhum conhecimento que eu saiba ,me parece risório se não hilárico ,a sua intervenção em ato estritamente que diz respeito as leis que regem a ciência médica milenar .Me parecia na mídia um Big Bhother .Se você rouba, é punido por subtrair um bem que não lhe pertence.Se trafegamos na contra mão e ou embriagados, somos punidos e às vezes cadeia.Esta é a nossa lei,esta é a nossa jurisprudência,que todo cidadão tem que obedecer.É lei .. sim..feita pelos homens.Gostaria de perguntar ao religioso e seus asseclas ,se por ventura roubarem o seu carro ,irá só excomungaro ladrão.Duvido ,que não vá a uma delegacia ,onde será amparado por leis,e lamuriar a perda .Digo isto, por que o axioma maior alegado pelo bispo é que as leis humanas não podem ser comparadas as Divinas;daí ter condenado uma criança de 9 anos a execração pública incitando-a a deixar evoluir em seu corpinho de criança dois fetos ,que lhe causaria a morte e com certeza aos fetos.Como criança, também perante Deus, tem direito a vida,e foi por isto que o médico interviu.Como se não bastasse vociferou:O aborto é mais grave do que o Estupro;em exegrávelelegia ,a êste ato tórpido.Duplicidade de raciocínio mais elementar e anacrônico que perdeu a oportunidade de ficar calado.Na Bíblia Sagrada Livro do Eclesiastes ,está estampada em letras garrafais :"Honra ao teu médico,pois foi Deus que o criou".Palavras ,que a própiaIgreja proclama há séculos.Que diabo de poder tem esta pessoa, em decidir pela vida de uma criança indefesa e em condená-la a morte tão precoce e em circunstância tão bárbara.O que mais me estarrece é que não vi nenhuma Entidade Jurídica Constituída sair em defesa da equipe médica que realizou a cirurgia.Vi duas vozes sensatas :A do presidente Lula e do padre Candinho (Teólogo) que faz aqui em Belo Horizonte um programa .acho eu ,único no Brasil:Reunir em( canal aberto de televisão e rádio uma mesa redonda com todas as religiões sem distinção) apoiar em alto e bom som o ato.Disse aqui, que não era médico ,para decidir sobre um ato que não era de sua competência ;sendo exclusivo dos profissionais capacitados ,amparado por leis brasileiras. Aceite aqui padre Cândido,meus velados cumprimentos. Sou Católico,e sei que a igreja é que nem um espectro eletromagnético.Varias matizes.Um Arco Íris.Cada um com uma cor e foco diferente da vida.Os comprimentos de onda mais invizíveis pertencem a estes pseudo proclamadores de Deus,(que não passou procuração a nenhuma facção religiosa).As cores mais brilhantes são os católicos moderados , Frei Beto,O Padre José Cândido ,os Franciscanos ,e o Presidente Lula. Os seguidores deste Bispo e asseclas;bem como do outro Bispo Alemão que não reconheceu o Holocausto dos judeus teimam em falar em nome de todos os Católicos,o que eu (como católico) não lhes dou este direito.Não vamos deixá-los implantar o fundalismo religioso aqui não.Do contrário Alá mandará ,os seus seguidores(Bispos) e outras facções religiosas do naipe ,colocarem 100 Kg de dinamite em seus corpos e os explodirão para "os quinto dos INFERNO"Desculpem-me o desabafo,mas fiquei com misericórdia das palavras meigas e tranquilas,mas com mêdo implicito, do médico acusado.

Fiquei estarrecido,após longa ausência do país, com as declarações de um arrogante membro da IgrejaCatólica de Pernambuco,que andou confundindo a sua posição de religioso com a de um médico .Médicos que somos, além dos inúmeros anos de aprendizado acadêmico,somos obrigados a pós graduação severa para poder assistir e julgar a mais preciosa jóia deste mundo :A vida.Não moramos em outras galáxias ,sem rédeas e leis.Somos seres humanos que passamos por milhões de anos dos Primatas até a sociedade organizada e civilizada dos dias de hoje .Com responsabilidade e amor ao próximo fazemos que as pessoas sintam menos dores, tenham melhor qualidade de vida,minimizandonão raras vezes o sofrimento de sua alma.Com leis rígidas, temos que prestar contas aos Conselhos de Medicina se erramos por dolo ou negligência.Diante da fúria estampada pelo religioso ,prepotente e arrogante pré julgando um ato médico sem nenhum conhecimento que eu saiba ,me parece risório se não hilárico ,a sua intervenção em ato estritamente que diz respeito as leis que regem a ciência médica milenar .Me parecia na mídia um Big Bhother .Se você rouba, é punido por subtrair um bem que não lhe pertence.Se trafegamos na contra mão e ou embriagados, somos punidos e às vezes cadeia.Esta é a nossa lei,esta é a nossa jurisprudência,que todo cidadão tem que obedecer.É lei .. sim..feita pelos homens.Gostaria de perguntar ao religioso e seus asseclas ,se por ventura roubarem o seu carro ,irá só excomungaro ladrão.Duvido ,que não vá a uma delegacia ,onde será amparado por leis,e lamuriar a perda .Digo isto, por que o axioma maior alegado pelo bispo é que as leis humanas não podem ser comparadas as Divinas;daí ter condenado uma criança de 9 anos a execração pública incitando-a a deixar evoluir em seu corpinho de criança dois fetos ,que lhe causaria a morte e com certeza aos fetos.Como criança, também perante Deus, tem direito a vida,e foi por isto que o médico interviu.Como se não bastasse vociferou:O aborto é mais grave do que o Estupro;em exegrávelelegia ,a êste ato tórpido.Duplicidade de raciocínio mais elementar e anacrônico que perdeu a oportunidade de ficar calado.Na Bíblia Sagrada Livro do Eclesiastes ,está estampada em letras garrafais :"Honra ao teu médico,pois foi Deus que o criou".Palavras ,que a própiaIgreja proclama há séculos.Que diabo de poder tem esta pessoa, em decidir pela vida de uma criança indefesa e em condená-la a morte tão precoce e em circunstância tão bárbara.O que mais me estarrece é que não vi nenhuma Entidade Jurídica Constituída sair em defesa da equipe médica que realizou a cirurgia.Vi duas vozes sensatas :A do presidente Lula e do padre Candinho (Teólogo) que faz aqui em Belo Horizonte um programa .acho eu ,único no Brasil:Reunir em( canal aberto de televisão e rádio uma mesa redonda com todas as religiões sem distinção) apoiar em alto e bom som o ato.Disse aqui, que não era médico ,para decidir sobre um ato que não era de sua competência ;sendo exclusivo dos profissionais capacitados ,amparado por leis brasileiras. Aceite aqui padre Cândido,meus velados cumprimentos. Sou Católico,e sei que a igreja é que nem um espectro eletromagnético.Varias matizes.Um Arco Íris.Cada um com uma cor e foco diferente da vida.Os comprimentos de onda mais invizíveis pertencem a estes pseudo proclamadores de Deus,(que não passou procuração a nenhuma facção religiosa).As cores mais brilhantes são os católicos moderados , Frei Beto,O Padre José Cândido ,os Franciscanos ,e o Presidente Lula. Os seguidores deste Bispo e asseclas;bem como do outro Bispo Alemão que não reconheceu o Holocausto dos judeus teimam em falar em nome de todos os Católicos,o que eu (como católico) não lhes dou este direito.Não vamos deixá-los implantar o fundalismo religioso aqui não.Do contrário Alá mandará ,os seus seguidores(Bispos) e outras facções religiosas do naipe ,colocarem 100 Kg de dinamite em seus corpos e os explodirão para "os quinto dos INFERNO"Desculpem-me o desabafo,mas fiquei com misericórdia das palavras meigas e tranquilas,mas com mêdo implicito, do médico acusado.
Rubens Oliveira

Publicado em 07/03/2009 às 19h44

Nenhum comentário: