quarta-feira, 29 de outubro de 2008

sessão de descarrego e saúde à distância

as mensagens serão encaminhadas para a Sessão DE DESCARREGO E SAÚDE, e colocadas para Irradiação à Distância (Sessão que se realiza nas últimas 4º feiras partir das 20:00 Horas). Através do Nome e Endereço e definir qual a parte da gira ele precisará, se descarrego ou saúde mandaremos uma ficha a parte para aqueles que se manifestarem e quiserem participar . É um trabalho de grande eficiência realizado pelas Entidades-Guias, que assistem àMediúnicamente a reunião que é dirigida pelo Pai Antônio de Aruanda.( Não é o Pai Antônio do início da Umbanda e incoporava em Zélio de Moraes.Este não Incorpora mais).os emails podem ser encaminhados para maemaria33@terra.com.br

CORRENTE DE SAÚDE E DESCARREGO

Lembramos aos irmãos que nos deram seus nomes para a corrente de descarrego e /ou saúde. Ela se realizará será hoje as 20:00 da noite.
Que Oxalá abençoe a todos,
Mãe Maria

CARTILHA DE UBANDA 2

-PARA QUE SERVE A DEFUMAÇÃO NA UMBANDA?
A DEFUMAÇÃO É ESSENCIAL PARA QUALQUER TRABALHO NUM TERREIRO DE UMBANDA, BEM COMO NOS AMBIENTES DOMÉSTICOS. ESTE RITUAL.
PRATICADO COM O OBJETIVO DE PURIFICAR O AMBIENTE (TERREIRO/RESIDÊ NCIA), BEM COMO O CORPO DO MÉDIUM E A ASSISTÊNCIA (PESSOAS QUE IRÃO PARTICIPAR DA GIRA), RETIRAM
AS ENERGIAS NEGATIVAS E PREPARA O LOCAL PARA QUE A GIRA POSSA OCORRER EM HARMONIA.
EXISTEM VÁRIOS TIPOS DE DEFUMAÇÕES DE ACORDO COM O PROBLEMA DA PESSOA OU AMBIENTE,VAMOS CITAR ALGUMAS:

1-DEFUMAÇÃO DE DESCARREGO
2-DEFUMAÇÃO DE HARMONIZAÇÃO
3-PARA LIMPEZA DE AMBIENTE
4-PARA ATRAIR BONS NEGÓCIOS ( EM HANBIENTES COMERCIAIS)
NÓS PREFERIMOS EM NOSSA CASA FAZERMOS A DEFUMAÇÃO E NÃO COMPRÁ-LA PRONTA.POIS AÍ TEREMOS CERTEZA DOS INGREDIENTES QUE ELA LEVARÁ.

- PARA QUE SERVEM OS BANHOS DE DESCARREGO -
O BANHO É A RENOVAÇÃO DO CORPO E DA ALMA, POIS QUANDO O CORPO SE SENTE BEM E SE ACHA REFEITO DO CANSAÇO, A ALMA FICA TAMBÉM APTA A VIBRAR HARMONIOSAMENTE. OS. OS BANHOS SEMPRE FORAM POTENTES INTEGRANTES DO SENTIMENTO RELIGIOSO, HAJA VISTO OS POVOS DA ÍNDIA MILENAR SEREM LEVADOS A BANHAR-SE NAS ÁGUAS DO RIO SAGRADO, O GANGES, CUMPRINDO ASSIM PARTE DE UM RITUAL QUE, PARA ELES, É INDISPENSÁVEL E SAGRADO.NOS CENTROS E TERREIROS DE UMBANDA, OS BANHOS TEM SIDO DE GRANDE IMPORTÂNCIA NA FASE DE INICIAÇÃO ESPIRITUAL; POR ISSO, TORNA-SE NECESSÁRIO UM GRANDE CONHECIMENTO DO USO DAS ERVAS, RAÍZES, CASCAS, FRUTOS E PLANTAS NATURAIS.E COMO JÁ SABEMOS, OS BANHOS DE ERVAS DEVEM SER PREPARADOS POR PESSOAS ESPECIALIZADAS DENTRO DOS TERREIROS. SE FOREM PREPARADOS POR OUTRA PESSOA, QUE ELA ESTEJA COM O SEU CORPO FÍSICO E SEU CORPO ASTRAL PURIFICADOS, PELO MENOS PELO BANHO DE UMA ERVA, E LIVRES DE EXCITAÇÕES SEXUAIS; NEM POR MULHERES NA FASE DE MENSTRUAÇÃO (CORPO LIBERTO). A ORIENTAÇÃO E O USO DAS ERVAS SÃO ATRIBUIÇÕES DOS GUIAS ESPIRITUAIS,DAS ENTIDADES E DOS ORIXÁS, ATRAVÉS DOS CHEFES DE TERREIROS

BANHOS DE DESCARGA O MAIS CONHECIDO, E COMO O PRÓPRIO NOME DIZ, O BANHO DE DESCARGA (OU DESCARREGO) SERVE PARA DESCARREGAR E LIMPAR O CORPO ASTRAL, ELIMINANDO A PRECIPITAÇÃO DE FLUÍDOS NEGATIVOS (INVEJA, ÓDIO, OLHO GRANDE, IRRITAÇÃO, NERVOSISMO, ETC). SUPRIME OS MALES FÍSICOS EXTERNAMENTE, ADQUIRIDOS DE OUTREM OU DE LOCAIS ONDE ESTIVEREM OS MÉDIUNS. ESTE BANHO PODE SER UTILIZADO POR QUALQUER ADEPTO DA UMBANDA, DESDE QUE SEGUINDO AS RECOMENDAÇÕES DAS ENTIDADES/GUIAS ESPIRITUAIS.BANHOS PARA OS MÉDIUNS DA CASA,É (MÉDIUNS DE INCORPORAÇÃO).
ESSES BANHOS TÊM A FUNÇÃO DE ESTIMULAR OS FLUÍDOS DA MEDIUNIDADE, ATIVANDO, REVITALIZANDO AS FUNÇÕES PSÍQUICAS PARA UMA EXCELENTE TRABALHO DE RITUALIZAÇÃO DOS GUIAS ESPIRITUAIS E É TAMBÉM RECOMENDADO PARA ATIVAR E AFINIZAR AS FORÇAS DOS ORIXÁS, PROTETORES DE CABEÇA E DO ANJO DA GUARDA.
BANHO DE AMACIÉ O BANHO MAIS CONHECIDO PELAS PESSOAS QUE COMEÇAM A FREQÜENTAR OS CENTROS DE UMBANDA E QUE SOMENTE DEVE SER PREPARADO POR UMA ENTIDADE ESPIRITUAL OU PELO GUIA CHEFE DO TERREIRO, PAI/MÃE-DE-SANTO, ZELADOR(A) DO TERREIRO,BABALAÔ OU CHEFE DE CULTO. É O BANHO QUE PODE SER PREPARADO DA CABEÇA AOS PÉS, OU SIMPLESMENTE DA CABEÇA, PORQUE É PREPARADO DE ACORDO COM ,ORIXÁ PROTETOR DO FILHO, INICIANTE NA UMBANDA. O BANHO DE AMACI É PRÓPRIO PARA A CABEÇA ONDE RESIDE O NOSSO ORIXÁ , O NOSSO GUIA ESPIRITUAL. SÓ PODEM TOMAR O BANHO DE AMACI AQUELES QUE FOREM FREQÜENTAR E DESENVOLVER-SE NA GIRA DE UMBANDA, NO CENTRO OU TERREIRO. O PRÓPRIO ADEPTO NÃO DEVE NUNCA PREPARÁ-LO E NEM TOMÁ-LO EM CASA; EXISTE TODO UM RITUAL PARA QUE SEJA FEITO O AMACI DA UMBANDA, ISTO É, ERVAS SELECIONADAS DE ACORDO COM O ORIXÁ DO INICIANTE, BEM COMO DIA E HORA APROPRIADOS, E DEMAIS REQUISITOS QUE O BANHO EXIGE.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Perguntas e respotas sobre a Umbanda

-O QUE É O PASSE NA UMBANDA?
PASSE NA UMBANDA, O TÊRMO USADO REFERE-SE AO MOMENTO DO CULTO EM QUE O CONSULENTE SE DIRIGE AO ESPÍRITO, GUIA PARA FAZER UMA CONSULTA. RECEBE DELE UMA BENÇÃO E PODE FAZER PERGUNTAS E PEDIDOS. É FEITO UM RITUAL DE DESCARREGO EM QUE O "GUIA" PURIFICA O CONSULENTE. SOBRE O PASSE É UTILIZADA A EXPRESSÃO "DAR UM PASSE" OU "TOMAR UM PASSE".
CADA LINHA DA UMBANDA APLICA O PASSE DE MODOS DISTINTOS. OS PRETOS-VELHOS, POR EXEMPLO, FAZEM GESTOS ESTALANDO OS DEDOS E FAZENDO O SINAL DA CRUZ SOBRE VÁRIAS PARTES DO CORPO DO CONSULENTE, COMO A CABEÇA, A NUCA, AS COSTAS E AS MÃOS. TAMBÉM USAM OBJETOS COMO VELAS, CRUCIFIXOS, ERVAS E FUMO.

-0 QUE É O DESCARREGO?
DESCARREGO É A FORMA HABITUAL DAS ENTIDADES , RETIRAREM DAS PESSOAS AS ENERGIAS NEGATIVAS DAS QUAIS ESTÃO CARREGADOS EM SUA AURA OU PERISPIRITO.
O DESCARREGO, É FEITO UTILIZANDO-SE DE BANHOS DE ERVAS OU DE ACORDO COM A NESCESSIDADE AS ENTIDADES VALEM-SE DE OUTROS MÉTODOS, COMO UMA DEITADA EM CIMA DE ALGUMAS ERVAS, BANHO DE PIPOCA. A DESCARGA ENERGÉTICA É FEITA ATRAVÉS DO DESCARREGO,

-O QUE É A CORRENTE DE SAÚDE.?
SÃO TRABALHOS ESPECÍFICOS FALANGES DE ESPÍRITOS QUE MUITAS VEZES EXERCERAM AS TAREFAS DE SAÚDE NA TERRA ( MÉDICOS, FARMACEUTICOS,ENFERMEIROS...ETC), OU AQUELES CONHECENDO OS RECURSOS NATURAIS EXISTENTES CUIDAVAM DA SAÚDE DAS TRIBOS E ALDEIAS.ESTAS ENTIDADES TRASEM DO PLANO ASTRAL A SAÚDE E CURA PARA AQUELES QUE PARTICIPAM DA CORRENTE DE SAÚDE.

- USA-SE O ATABAQUE NA UMBANDA?
SIM, EM ALGUNS TERREIROS SIM, EM OUTROS NÃO.
É IMPORTANTE NUM RITUAL,QUE VISA DESBLOQUEAR O INCONSCIENTE,O SOM DA PERCUSSÃO ATRAVÉZ DE TOQUES ADEQUADOS E DE RÍTMOS ESPECÍFICOS.
TAMBÉM USAMOS OS ATABAQUES EM UMA HOMENAGENS AOS NEGROS QUE AQUI VIERAM DA MÃE ÁFRICA.
NA CASA BRANCA DE OXALÁ USA-SE O ATABAQUE EM DIAS FESTIVOS E EM LOUVAÇÃO AOS ORIXÁS.NOS DEMAIS DIAS DE TRABALHOS NÃO O USAMOS.

-COMO DEVEMOS TRATAR AS ERVAS NA UMBANDA ?
AS ERVAS “AS ERVAS DEVEM SER COLHIDAS EM SEU HÁBITAT NATURAL, EM SEU ESTADO NATIVO; DEVEM SER OBSERVADAS AS INFLUÊNCIAS DOS CICLOS LUNARES, HORÁRIO DO DIA E ESTAÇÕES DO ANO, TAMBÉM, PARA SUA COLETA. DEVEM SER CUIDADOSA E AMOROSAMENTE SELECIONADAS E SUA SECAGEM FEITA DE ACORDO COM OS ASPECTOS DE CADA VEGETAL. TODOS ESTES FATORES INFLUENCIAM DE MANEIRA SIGNIFICATIVA, NA ATUAÇÃO DESTAS ERVAS NO SER HUMANO, SOMADOS TAMBÉM AOS COMPONENTES BIOQUÍMICOS DE CADA EXEMPLAR DO REINO VEGETAL. UTILIZAR-SE DE PLANTAS PARA ALIMENTAÇÃO OU CURA É UMA RELAÇÃO HOMEM/VEGETAL QUE EXISTE HÁ MUITO TEMPO. E HOJE QUANTO MAIS NOS TORNAMOS ÍNTIMOS DESTE PROCESSO, MAIS ESTAREMOS APROXIMANDO-NOS DA PUREZA E DA ORIGEM DE NOSSA VIDA; NOSSO FÍSICO PURIFICA-SE E ABRE-SE A OPORTUNIDADE PARA UMA HARMONIA MAIS COMPLETA." “AS ERVAS, PÔR CONSERVAREM CARACTERÍSTICAS NATURAIS E OS PROCESSOS DE OBTENÇÃO SEREM ARTESANAIS E HARMÔNICOS, MANTÉM CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS E MAIS SUTIS QUE PODERÃO NÃO ASSEMELHAR-SE COM "PRODUTOS COMERCIAIS", OBTIDOS PÔR OUTROS PROCESSOS E INTENÇÕES. "
OS PRINCÍPIOS ATIVOSAS PLANTAS SINTETIZAM COMPOSTOS QUÍMICOS A PARTIR DOS NUTRIENTES DA ÁGUA E DA LUZ QUE RECEBEM. MUITOS DESSES COMPOSTOS OU GRUPOS DELES PODEM PROVOCAR REAÇÕES NOS ORGANISMOS, ESSES SÃO OS PRINCÍPIOS ATIVOS. ALGUMAS DESSAS SUBSTÂNCIAS PODEM OU NÃO SER TÓXICAS, ISTO DEPENDE MUITO DA DOSAGEM EM QUE VENHAM A SER UTILIZADAS. ASSIM, "PLANTA MEDICINAL É AQUELA QUE CONTÉM UM OU MAIS DE UM PRINCÍPIO ATIVO QUE LHE CONFERE ATIVIDADE TERAPÊUTICA".
NEM SEMPRE OS PRINCÍPIOS ATIVOS DE UMA PLANTA SÃO CONHECIDOS, MAS MESMO ASSIM ELA PODE APRESENTAR ATIVIDADE MEDICINAL SATISFATÓRIA E SER USADA DESDE QUE NÃO APRESENTE EFEITO TÓXICO. - PRINCIPAIS GRUPOS DE PRINCÍPIOS ATIVOS GRUPO DE PROPRIEDADES MEDICINAIS E/OU TÓXICAS UMA PEQUENA PLANTA NÃO TEM APENAS UM PRINCIPIO ATIVO, ELA É COMPOSTA BIOQUIMICAMENTE PÔR DIVERSOS GRUPOS QUÍMICOS, QUE EM FUNÇÃO DE SUA ESTRUTURA DENTRO DA PLANTA, SUA QUALIDADE ENERGÉTICA E VITAL COMPLEXAS COMBINAÇÕES E POSSIBILITAM DIVERSAS APLICAÇÕES. A SEGUIR VEREMOS OS PRINCIPAIS PRINCÍPIOS ATIVOS E SUA AÇÃO JUNTO AO METABOLISMO E A ESTRUTURA ORGÂNICA DO SER HUMANO. ISTO POSSIBILITA IDENTIFICARMOS DIVERSAS PLANTAS COM ESTES AGENTES BIOQUÍMICOS TORNANDO POSSÍVEL UMA VARIAÇÃO MAIOR NA COMPOSIÇÃO DE AGENTES FITOTERÁPICOS.

Fita 48A

Fita 48a
Palavras de D.Lilian sobre o caboclo das 7 encruzilhadas.

Antes de nos iniciarmos a nossa homenagem a Oxum, vamos lembrar Zélio de Moraes, o médium do caboclo das 7 encruzilhadas, desencarnado no dia 3 de outubro, em Neves, Rio de Janeiro, na mesma casa onde a 67 anos atrás o caboclo das 7 encruzilhadas fundava a Tenda Nossa Senhora da Piedade.
Vamos ler para vocês um resumo de uma entrevista feita pelo Macaia, que esta ausente da nossa casa, e que estará retornando brevemente, feita em 1970 com Zélio de Moraes.
Zélio de Moraes, beirando os 80 anos, conserva uma vibração poderosa, difícil de ser igualada pêlos jovens médiuns de hoje. Sua figura miúda, simples, a vivacidade do seu olhar do mundo, a humildade com que verá tampado as passadas, escusando-se entrar em pormenores de alguém extraordinário presenciado por diversos umbandistas e por estes confirmado, a figura de Zélio, desperta o mais profundo respeito e um carinho imenso por este homem destituído de vaidade, mas senhor de uma inteligência e de uma sensibilidade fora do comum, que abandonou a carreira que se iniciava, a Marinha, e não chegou a conhecer as distrações comuns da juventude do seu tempo, para se dedicar totalmente a missão de caridade, para a qual fora escolhido acompanhado sempre pela esposa Isabel, trabalhando apenas para prover o sustento da família.
Zélio nunca aceitou retribuição nos seus trabalhos de cura e caridade.
Hoje as suas filhas, Zélia e Zilmeia, são as continuadoras de sua obra espiritual.
Abrindo os trabalhos da sessão festiva de 16 de novembro na Tenda Nossa Senhora da Piedade, Zélio começou a falar, dizendo que a seu lado estava o Caboclo das 7 Encruzilhadas, para relembrar sua primeira manifestação a mesa da Federação Espírita do Estado do Rio de Janeiro, no dia 15 de novembro de 1908, quando o Caboclo das 7 Encruzilhadas anunciou a fundação de uma Tenda Espírita de Caboclos e Pretos Velhos, que eram recusados nas mesas kardecistas e teriam oportunidade de trabalhar no cumprimento de sua missão espiritual.
Vamos ler apenas um resumo, porque a mensagem do Caboclo das 7 Encruzilhadas foi bastante...
Diz o Caboclo das 7 Encruzilhadas, que a partir deste momento tomou conta da voz de Zélio de Moraes.


O meu anunciado na tenda foi tomar o meu aparelho para produzir a curar aqueles que lá estavam.
Deus que é sumamente misericordioso, levou a casa do aparelho, um cego e outras pessoas, inclusive paralíticos.
Eu disse, se tens fé levanta e caminhe, quando chegares perto de mim estarás curado.
Assim foi feita a nossa umbanda no Brasil.
Faz várias considerações sobre as previsões que ele fez, de tudo que se passou neste meio século e recomenda, qualquer religião é uma boa religião, desde que lhe permita, desejar ao próximo o que se deseja para si mesmo, cumprir os mandamentos da Lei de Deus, e ser perfeito em qualquer religião, mas principalmente na religião Espírita, para que o médium possa ser um instrumento que possa ser utilizado.
A Tenda da Piedade continua a trabalhar, contando com a assistência deste aparelho. Continuou a curar, principalmente a curar loucos nestes 63 anos, trabalhando em conjunto com uma casa de saúde. Os médicos procuravam a Tenda da Piedade para perguntar quais os enfermos poderiam ser curados e o Caboclo apontava os nomes, este, aquele, porque estão acuados por espíritos, nos outros somente a medicina.
A umbanda, continua o Caboclo da 7 Encruzilhadas, tem progredido e vai progredir, é preciso haver sinceridade na umbanda, este amor de irmão para irmão, porque eu sempre preveni aos companheiros de muitos anos, a vil moeda vai atrapalhar os médiuns de umbanda, haverá médiuns que vão se vender e que vão ser mais tarde expulsos, como Jesus expulsou os vendilhões do Templo.
O perigo do médium homem é a consulente mulher, e da médium mulher é o consulente homem, é preciso estar sempre de prevenção porque os próprios obsessores que atacam as nossas casas, fazem que toque alguma coisa no coração da mulher que fala para o chefe do terreiro, como faz atacar o coração do homem que fala a mãe de santo do terreiro.

É preciso ter muito cuidado, haver moral, para que a umbanda progrida e seja sempre uma umbanda de humildade, amor e caridade.



Acreditem meus irmãos, que neste momento me rodeiam espíritos que vem trabalhando na umbanda do Brasil,. porque quem vos fala não veio por acaso, não, eu trouxe uma ordem,

uma missão e peço, meus irmãos sejam humildes, tragam amor no coração, amor de irmão para irmão, porque as vossas mediunidades ficarão mais limpas e puras, servindo a qualquer entidade superior que possa baixar, que os vossos aparelhos estejam sempre limpos, que os instrumentos sejam afinados com as virtudes que Jesus pregou na terra para que tenhamos boas comunicações, boas proteções para todo aquele que vem em busca de socorro, nas casas de umbanda, em todas as casas de caridade do nosso Brasil.
Meus irmãos, este aparelho está velho, já com 80 anos a fazer, mas começou antes dos 18, e eu vos digo que o ajudei a se casar para que não estivesse a dar cabeçadas, para que fosse um médium aproveitável.
Como eu disse na Federação e lá está escrito, fui procurar a mediunidade deste aparelho para formar a nossa umbanda no Brasil.
E a maior parte dos que trabalham na umbanda, se não passaram por esta Tenda, passaram por filhos que saíram desta casa e criaram outros terreiros.
Das 7 tendas criadas por mim, muitas tem saído para fazer a caridade aos seus semelhantes, a nos seguir.
A lembrança que Jesus veio ao planeta Terra na humilde manjedoura não foi por acaso, foi porque o Pai assim o quis, determinou, porque podia ter procurado uma casa de um potentado daquela época, foi escolher aquela que seria a mãe de Jesus, o espírito que vinha traçar a humildade, os seus passos, para ter paz, saúde e felicidade.
Aproveitando o nascimento de Jesus, a humildade que ele baixou neste planeta, numa humilde manjedoura, o anjo que anunciou a Maria que ela ia ser mãe sem ser esposa, que aquela estrela que iluminou aquele estábulo, que levou os 3 Reis Magos a sua presença, vinde até vocês iluminando os vossos espíritos, tirando os escuros de maldade, por pensamentos, por práticas e ações que tenham sido pensadas ou praticadas, que Deus perdoe as maldade que possam ter sido pensadas, para que a paz possa reinar nos vossos corações e nos vossos lares.
Eu meus irmãos, como menor espírito que baixou na terra, mas amigo de todos, numa concentração perfeita dos espíritos que me rodeiam neste momento, peço que eles sintam a necessidade de cada um de vos e que ao sairdes deste Templo de caridade, que encontreis os caminhos abertos, os vossos doentes melhorados e curados e saúde para sempre nas vossas matérias.


Com paz, saúde e felicidade, com humildade, amor e caridade sou e serei sempre o humilde Caboclo da 7 Encruzilhadas.”
Meus irmãos, volto a lembrar que no dia 15 de novembro, completamos 67 anos da primeira incorporação do Caboclo das 7 Encruzilhadas, dia considerado dia da umbanda, a aliança umbandista que nos pertencemos, fará realizar uma gira de confraternização, comemorando o dia da umbanda em memória de Zélio de Moraes.
E no dia 22 será nossa celebração de caboclo, a data dos caboclos da nossa casa.
Meus irmãos, na segunda-feira, nós lembramos a data de Oxum, que a nossa casa considera, que a primitiva Tulef foi fundada a 7 de outubro de 1954, dia de Nossa Senhora do Rosário, porque era o nome Nossa Senhora do Rosário a Santa dos negros que a nossa tenda teve de início, porque na época não se podia registrar nenhuma sociedade religiosa com o nome de Tenda de Umbanda, então nos tivemos também que chamar, Tenda Espírita de Nossa Senhora do Rosário.
A 11 anos a nossa casa tomou o nome de Tenda de Umbanda Luz, Esperança e Fraternidade, é a nossa casa, a nossa Tenda.
{
BIS Senhora da Piedade
{ A sua estrela é quem nos guia
BIS 7 Encruzilhadas neste terreiro
{ E Ogum em toda gira
BIS Ovelha do rebanho
{ do rebanho de Maria
BIS Salve o 7 Encruzilhadas
{ Salve a estrela da guia
BIS Salvai, salvai
{ Doce nome de Maria
BIS A virgem da Piedade
há de ser a nossa guia



{ Saravá mamãe Oxum
BIS Oxum é a nossa mãe de umbanda
Oxum
A iê iêu ora iê iêu mamãe Oxum
A iê iêu ora iê iêu Oxumarê
O mamãe ê saravá mamãe Oxum
O mamãe ê saravá Oxumarê
Cabocla de água branca
Vem da serra vem do mar
Ela vem da mata virgem
BIS Terra onde Oxosse é rei
Com seu manto azul e branco
Traz as cores de Iemanjá
É Oxum que vem chegando
Sobre os raios de luar

Vamos todos saravar
Que Oxum esta no terreiro
Oxum ê Oxum ê
Oxum á Oxum á
Foi uma rosa
Que eu plantei neste reinado
Mas é uma rosa
de mamãe Oxumarê
Que linda rosa iê iêu
Que linda rosa iê iêu
Que linda rosa iê iêu
Oxum







Você não tem que chamar, não pode, o guia não esta trabalhando, primeiro que o guia descer só
você evita, o caboclo devia estar não dança, 7 Flechas não gosta deste negocio de dançação, se
tivesse muita gente aqui fora eu não tava falando este negocio não porque podia ofender e eu não
quero ofender ninguém, mas quem vem para dançar, dançar, dançar 7 Flechas não gosta, o
caboclo vem a trabalhar, ele acha que o que o guia vem para louvar a casa, que ontem eu não
incorporei porque estava cansada muito cansada, eu não sinto minha matéria.............., mas o
guia não esta fazendo nada no terreiro, veio apenas pra louvar, o terreiro, saudar.................,
saudar a casa, tá dançando no terreiro, estão cantando ponto de subir o guia não sobe, aquilo
estava me fazendo um nervoso............, porque eu não posso admitir, porque eu aprendi assim, o
Orixá era bravo, no principio o chefe também era muito enérgico, então o guia tem que ser
obediente, cantou o ponto de subida tem que subir, por que na sessão de desenvolvimento
houve................, cantou o ponto de subida tem que subir, não tá fazendo nada tá na hora de subir
porque quem dirige a sessão materialmente é o presidente agora espiritualmente é o guia
espiritual, mas que estava presidindo a sessão, mas não pode, cantava ponto de subida tem que
subir, ou..............nervoso, porque todo mundo dançando, dançando com aquela saia de baiana,
vum, vum, vum, vum, e não subiu, e eles batiam.............., e eles que cuidam.............., Floriano
olhava pra gente com aqueles olhos dele assim apertadinhos e dizia, mas minha Nossa Senhora,
os guias não subiram, quer dizer, não esta certo, então a gente vai na casa dos outros prá fazer
feio? Não pode, tem que ir na casa, se a gente faz feio em casa então a mãe tem que dar
palmada, a mãe tem que educar prá na casa dos outros não fazer bobagem, é isso, o guia não
tava fazendo, tava lá, saudou a casa, viu que não tinha o que fazer, tem que subir, não pode
quando tocou a subida tem que subir, por isso que no desenvolvimento eu sou brava, cantou o
ponto de subida não pode ficar batendo cabeça, se queria saudar o ponto do chefe que tava
riscado no chão, que nos riscamos aqui, queria saudar o chefe já devia ter saudado a muito
tempo prá na hora da subida subir. Eu acho que nos temos que fazer existir uma umbanda
ordeira, uma umbanda disciplinada, sim porque se descambar para anarquia então fica igual os
terreiros por ai, não pode, tem que ter ordem. Acho tão bondinho...................e tal, mas naquela
hora não gostei, naquela hora eu achei mas a dona do terreiro não, tinha culpa nenhuma porque
eram visitas, ela nem podia fazer nada coitada, e as visitas ficaram lá dançando, seu caboclo foi
embora logo, ele veio saudou e tal e foi embora, mas não pode, fica dançando, cada qual
mostrando a saia mais bonita, rodando, o medo que eu estava, porque tinha gente com saia de
nylon, de nylon esse nylon que aquela portuguesa morreu, aquilo se pegar fogo oh, já estou
nervosa mesmo, com medo que pegasse fogo naqueles vestidos de nylon, de nylon, mas desse
nylonzinho que pega fogo num instante assim, eu estava apavorada, se pega fogo num vestido
daqueles era............................., não acontecia porque na mesma hora eu me lembrava da
proteção, porque nos estávamos debaixo de proteção, e cachoeiro estava e o padre foi dizer a
missa, fez uma missa belíssima e na hora da missa ele disse, os que estavam presentes todos lá
viram, Catarina estava presente, ......................... quem estava presente, estava a Vera, a Vânia,
então ele disse que nunca vira a igreja tão cheia, ele falando aos fieis ele disse, eu nunca vi esta
igreja tão cheia, e então ele disse: O Sr. Zélio devia ser uma pessoa muito boa, fazer muito o bem
então do dia daquela data em diante a igreja estivesse cheia como estava naquele dia. É o
que aconteceu, quando foi depois, nós já tínhamos arrumado a cabana para fazer a distribuição o
padre foi a cabana para ver a nossa distribuição porque ele disse que só consegui fazer a
distribuição para 30 pobres, prá 30 famílias, ele não consegui dar a mais de 30 famílias, e nós
estamos ali fora para distribuir para 200 famílias, fora as que não tinham cartão. Ele foi a nossa
cabana, o padre ficou 40 minutos dentro da cabana, eu ontem ia contar isso a Floriano, mas
depois passou, o padre ficou lá conversando conosco 40 minutos ele olha para o nosso altar
vendo os santos que ele usa, então eu disse a ele: Olha padre, dentro da cabana, eu, Júlio, o
................lá, eu disse: padre, nós, o nosso caminho é o mesmo que o seu, ou por outra, embora
seja outro mas o nosso Deus é o mesmo, o nosso Jesus é o mesmo, a Nossa Senhora é a
mesma, nós só não confessamos e comungamos, mas no mais é a mesma coisa, e nós
respeitamos o 2º mandamento tanto quanto o 1º, porque quem não ama o próximo não pode
amar a Deus, ele ficou muito enternecido com aquilo tudo olhava para aquilo tudo, aquela porção
de fubá, de arroz, de feijão olhava para aquilo tudo tão enternecido, ficou 40 minutos dentro da
cabana o padre, conversando com a gente, olhava, olhava, ele só viu de diferença a figa
pendurada no altar porque Pai Antônio pediu prá botar uma figa no altar, então no altar tinha uma
figa, só que os santos eram os dele, isso também é uma vitoria, prá cabana? É uma coisa linda se
nos fomos a missa, assistimos a missa, o padre viu que nós estávamos
lá ajoelhamos, quando todo mundo ajoelhava, fazendo a mesma
coisa que todo mundo fazia, por eu não entendo muito de missa então tinha que ser igual uma
macaca, não sabia a hora de ajoelhar, mas fazia com todo o respeito rezando, pedindo, ele entrou a nossa cabana, então nós ficamos felizes porque estamos bem lá, a igreja é em frente e nós
estamos bem com o padre, ele então andou pedindo uma colaboração porque a distribuição dele
estava .................. eu levei, levei 5 quilos, levei 1 quilo de feijão, 1 quilo de açúcar, 1 kg de arroz,
1 kg de farinha, 1 kg de fubá, levei 5 kgs para ele, mandei, escrevi 1 cartãozinho ele e mandei
dizer que era a minha contribuição que ele havia pedido para a distribuição dele. De modo que
então a gente vive bem, eu acho que isto também é bonito, esse entrosamento do padre conosco,
porque que nós havemos de combater a igreja e o padre haveria de nos combater também?
Então vamos viver em paz, então tudo ontem foi muito bom, tudo ontem foi muito bonito, de ora
em diante nós sabemos que nós temos o dia da umbanda que é o dia 15 de novembro feito pelo
Deputado Atila Nunes e divulgado com auxílio da Aliança que Lilian é o grande baluarte, embora
Floriano seja o presidente, mas eu acho que Lilian é o baluarte da aliança, porque é ela que está
sempre trabalhando lá coitada, e perdendo a mocidade ainda dentro da Tenda, trabalhando em
nosso benefício, em beneficio da Umbanda. Nós recebemos estes títulos, estes diplomas, vamos
guardá-los com carinho e agora eu queria dizer a vocês que nós recebemos 1 convite, Lilian
também está com o dela, para uma festa mas é em São Paulo, aquela festa que nós fomos o ano
passado, que fizemos uma homenagem a meu pai, este ano vai haver outra vez festa de Oxalá,
eles fazem antecipado festa de Oxalá, é dia 29 de novembro às 17:00 horas no teatro Paula
Machado Carvalho, situado à Av. ................. está tudo escrito aqui, e lá em São Caetano do Sul,
São Paulo, então nós

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Fita 48 Zélio de Moraes

(Zélio)Porque era descalço e de branco, podia ser rico, mas andava assim

É uma verdade absoluta, aqui não era general nem operário.

(Zélio) A matança de bicho, não se matava bicho não tem tambor não tem coisa nenhuma, essa é a nossa umbanda de humildade, amor e caridade

( ) Agora eu vou dizer ao Sr. uma coisa,eu acredito que isto vá lhe causar uma certa satisfação, causa a mim hoje tanto o tenente Brantes como a esposa, já fizeram a passagem, morreram, ele teve um derrame cerebral violento e ficou emiplégico cerca de uns 10 anos, certo, então ela tomou conta diretamente do terreiro, faziam os dois se revesando lá no direção dos trabalhos, ela tomou conta sozinha da terra, pois bem há uns 2, 3 anos passados ele morreu, ela não viveu mais 1 mês, morreu também, e eu soube em casa, morava eu e o Irajá e eu disse a Luci, digo a minha babá morreu. Mas como você sabá? Eu digo não sei, morreu e morreu mesmo, 2 dias depois eu recebi a confirmação, ele tinha morrido exatamente no dia em que eu tinha tido o aviso, agora antes do falecimento do Brantes, ele formou uma quantidade de médiuns que eu não tenho idéia de quantos, e desse terreiro, saíram em Belém eu sei lá uns 15, eu conto seguramente nos dedos uns 15 médiuns que saíram de lá com missão específica de abrir outros trabalhos. E tem mais outra coisa, não tínhamos lá na época, era major do exército, João Francisco Vitória da Silva, um gaúcho, ele era major e estava na ativa na ocasião, meu vizinho, ele se entusiasmou e foi comigo ao centre uma ocasião, e ele se entusiasmou de tal forma que entrou na umbanda, e ele cambonava e fazia aquilo tudo.
Uma ocasião chegou a Belém um médico militar para assumir a direção do hospital de Belém, Dr. ..........................é o nome dele, e o Vitória, quase que a força, vamos lá. E ele disse vamos, disse que ia mais para fazer a vontade do Vitória, ai ele foi assistir. Nós tínhamos ali o atendimento de umas 1200, 1500 pessoas a cada 2ª e 6ª feira, a coisa enchia, mas era gente mesmo, e ele ficou assistindo os trabalhos até o fim, este médico recém chegado em Belém não acreditava, não conhecia, quando os trabalhos estavam encerrando, tinham ainda uns 2 médiuns trabalhando incorporado, ele virou-se pra ele e disse: Tu queres tomar um passe? Ele disse assim:
Tomo.
Escolhe um médium
Tinha incorporado no terreiro uma senhora de nome Isabel, amassadeira de açaí, analfabeta.
E ele disse:
Aquela que tem as mãos pretas.
Porque o amassar o açaí,deixa a mão das pessoas com aquela nódoa roxa.
Ele disse: Com aquela da mão preta.
Ele foi e começou a tomar o passe e começou a fazer perguntas ao caboclo, se escuta caboclo, tu cuidas de doença da matéria?
Ele disse cuido.
Disse ele: qual é o remédio que tu dás?
Ele, ervas.
Mas então ele disse: eu curo com ervas, chás.
Ele disse: E com remédio da farmácia, tu não usas?
Ele disse: Não, não gosto de usar remédio de farmácia, e por ai foi se desenvolvendo uma conversa com ele, entre chés, entre o médico e o caboclo, quando foi a tantas o caboclo disse:
Escuta meu filho, o Sr. é mediqueiro?
Ele disse: sou
Então espera ai que o caboclo vai mudar de roupa e já volta pra falar contigo.
Abaixou, foi lá, sacudiu, sacudiu, levantou, disse: Agora vamos conversar meu irmão, porque quando eu fui vivo e fui médico como tu, e deu um show para este homem, o Sr. sabe qual foi o resultado disto?
Este homem abriu terreiro em Belém, reformou-se ficou em Belém tem um enorme terreiro na rua Castelo Branco, casou com a médium, ele era solteirão, ela já morreu, a Raimunda, ele continua com o terreiro aberto, por causa de um diálogo deste com o caboclo, na ocasião.

(Zélio) Como é aquela, que é médium nosso lá no Pará, no Pará, o pai dela é médium, é aquele que nós chamamos, como é?
Nair, Meireles, Dr. Meireles do Pará.

( ) Não sabe o 1º nome dele não?

(Zélio) Me parece que era José, médico lá.

( ) Eu devo conhecer, assim de nome eu não me lembro, no momento.

(Zélio) Daqui que veio do Pará pra lá. Nair Meireles do Pará, Nair Meireles, Independência, bairro

( ) É, Av. Independência,

(Zélio) Eles se comunicam comigo, mas eu não gosto de aparecer, sabe como é? Não gosto, porque eu já disse que há na minha vida um passagem que não é pra qualquer médium ..., apanhei um pobre na rua, passando fome, só vinha me pedir dinheiro, um dia levei ele para minha casa, botei no fundo da casa, com a perna inchada, tinha beribéri e tal - cortei o cabelo dele, tinha muito piolho, estava preso a muito tempo, ...................... preso na ilha grande, esse homem depois de ver a Tenda, logo que ................ deixou, foi a casa dele e disse: meu filho mas ele é rico, rico, o velho tem uma fazenda lá no, depois de Siqueira Campos, distante da estrada, talvez uns 8 ou 9 Km: Mas lá tem carvão de pedra.
Carvão? Não
Tá.
Por causa deste homem que eu levei pra casa, fiz uma companhia de carvão que está, ganhei agora a questão, desde o tempo de Getúlio Heim, agora ganhei, porque os fiscais que ele botaram em redor da minha mina que eu comprei 19 Km, alqueires quadrados e opção para comprar em redor, foram nomeados 2 fiscais, e este fiscais compraram, quando eu comecei tinha carvão, porque eu botei lá uma fortuna. Não é? Formei uma companhia, Dr. ..................... Pereira Costa, Diretor da Escola Politécnica de Curitiba.
General Alfredo Marialves esta vivo ai posso dizer, é meu sócio, no Rio, não sei onde é que mora, em Copacabana, enfim, formei uma companhia, fui pra lá e fiz, descobri a mina, e lá ....................., depois de 5 dias de viagem com minha mulher e os médiuns que eu levava comigo de confiança, manifestar, concentrar no Orixá.
Ele disse: não, não é aqui é lá.
Subimos o morro e ele disse:
Cava ai, vamos cavar, a 1 metro e 20 está a crosta de carvão e hoje é uma grande companhia, carvão sul, carvão de coque, foi buscado por mim e os protetores, porque não é qualquer médium que faz isto, não é qualquer médium que faz isto, não é verdade?
E o que eu gastei, perdi casas, por isto eu estou dizendo, hoje todo mundo é médium, e todo mundo, o que piora nos médiuns é a vaidade, o caboclo é o mais humilde dos espíritos que baixa planeta terra. Humildade, amor e caridade, de branco, descalço e assim, mas hoje pra ter um terreiro precisa vestir de encarnado, de verde, de amarelo.

( )Não é só isso Sr Zélio, o que está acontecendo também aqui no Rio de Janeiro, olha que eu vim transferido do Pará pata cá em 1964, eu levei tais anos procurando um terreiro pra eu ir trabalhar, tais anos, todo terreiro que eu ia, eu olhava, quando não me cobravam tinham atabaque, tinha uma série de coisas que eu nunca, aquilo me fazia mal inclusive, não estou habituado a isto então eu não aceitava, e não aceitava, quando foi um dia então, por acidente, porque foi acidental nós descobrirmos a TULEF, a casa de D. Lilian e depois eu fui me penitenciar com ela, fui pedir desculpa porque eu fui lá fazer mais um testa dentro de não sei quantos que eu já tinha feito, 1ª coincidência, quando eu cheguei lá encontrei uma senhora, funcionaria do mesmo prédio que eu trabalho cambonando a tia Maria era a Jô, que trabalhava domingo na Petrobrás, eu quando vi a Jô digo bom, pessoa conhecida pelo menos já tem, ai chamei, digo, quem é o guia chefe do terreiro”
Ele disse: Sr. Mata Virgem.
Seu Mata Virgem era o guia da Dona Consuelo em Belém.

(Zélio) Mulher do Bentes, eu conheci este Tenente.

( ) Do tenente Bentes. Eu digo, que quero falar com ele.
Fui, falei, e quando eu me apresentei diante do caboclo, a primeira coisa que ele fez foi dizer: Meu filho, a casa e tua, vem pra cá. Eu já tinha observado, já tinha visto o sistema a forma de trabalhar que era a mesma nossa, eu digo bom encontrei o local onde eu tenho que ficar aqui, e estou lá a coisa de que, 3 meses,4 mais ou menos, certo, feliz da minha vida, satisfeito porque lá eu estou encontrando o campo que eu procurava e não achava, fazia tanto tempo certo? Agora me faltava este diálogo que eu estou tendo com o senhor aqui, porque que nós começamos a conversar, eu e Dona Lilian, eu comecei encontrar tantã afinidade, tantã semelhança, inclusive até na forma de abrir os trabalhos, o ponto do caboclo das 7 encruzilhadas, eu digo não, isto tem que ter a mesma origem, tranqüila, até que ela me falou do senhor, e eu ficava, tava maluco pra vir aqui pra conhecer, ter este prazer que estou tendo agora e saber da origem que é a mesma, eu agora não tenho mais duvida nenhuma.

(Zélio) Se eu não cortasse a carreira, porque quando eu sai bacharel, fui para a escola naval, hoje eu seria almirante, os meus colegas, o Dolomaia e outros que foram meus colegas, hoje são almirantes e eu ..........................não sou nada.

( ) Eu também andei por lá, eu servi a marinha também, só que tem que eu fiquei como marinheiro 6 anos.

(Zélio) Ah é, então conheceu .........................................................conheceu Coelho?

( ) Coelho, não lembra o 1º nome não?

(Zélio) Eu tenho agora um sobrinho que é professor de matemática na escola naval, é meu sobrinho, é contra almirante, é professor de matemática na escola naval. Era a carreira que eu ia seguir, mas .....................................eu estava contando, porque o meu tio avô era um cônego lá, quando eu me manifestei na escola, comecei ter umas coisas que ninguém sabia o que era, muito médico na família, começaram a dizer que eu estava maluco, como até hoje, meus parentes, eu tenho muitos parentes....

( ) Uma outra coisa que o senhor falou a pouco, sobre cura de obssedados. O Brantes, ele destacava semanalmente um grupo de médiuns, grupos de médiuns que se revesavam nas visitas às casas de saúde notadamente hospícios de alienados. Quanta gente saiu deste hospício de alienado pra casa de umbanda e saiu de lá curado.

(Zélio) Eu ia, tava ...................... esse não tem cura. Um dia foram buscar o caboclo em casa, nós íamos trabalhar com aqueles nomes, e curávamos.

( ) A coisa atingiu tal ponto que o diretor do hospital dos alienados, Dr Pedro Valinoto que ainda está lá até hoje se identificou de tal modo com o pessoal do terreiro que quando o sujeito chegava lá internado ele dizia: Isso aqui não é pra mim, manda pra casa do Brantes, ele já conhecia e mandava pra lá mesmo, ele mandava no carro do hospital e entregava, e o cara ia pra lá, se curava mesmo, a coisa dos obssessores. Agora nós procurávamos os hospitais, porque outra coisa que eu observei no Rio. não vai nisto crítica pejorativa destrutiva porque a idéia, a minha pelo menos é construir alguma coisa tanto quanto puder, é que se abrem as giras, e agente tem aquele atendimento a cada dia da semana, 2, 3 dias da semana, pros guias ouvirem a mesma coisa, das mesmas pessoas, é a briga do vizinho, é o marido que fugiu, é a mulher que saiu de casa, é o outro que está precisando encontrar apartamento e não encontra, o sujeito quer que o caboclo e o preto velho ajude o sujeito a achar uma casa pra alugar, então é isto, a tônica da grande maioria dos atendimentos é este, então eu acredito que algumas coisas devesse ser feitas em 2 sentidos:
O 1º, uma reformulação disto, vamos sair de dentro de casa, vamos fazer como está apregoando agora a nossa Babá .........................................é chamado ....................................da umbanda, ainda não tive o prazer de acompanhá-la em nenhum destes passeios dela, eu apenas ouço pelo rádio, mas eu entendo que nós devíamos procurar ir a fonte geradora dos obssedados e dos loucos, de onde nós podemos tirar muita gente pra saúde, pra vida real.

( ) Mas independente disto a umbanda tem que fazer este outro trabalho.
( ) Ah claro, não tem dúvida nenhuma,mas uma coisa independe da outra.

( ) Então pra amenizar o sofrimento então existe sofrimento de toda ordem e em todo o sofrimento ela tem que estar pra amparar.$$$$$$$$$$$

(Zélio) Mas o senhor sabe que o planeta ................................. vai haver grandes coisas né, sabe disso, de modo que ha muitos espiritos .......................... já grandes coisas pra muita gente pedir misericordia a Deus, ajoelhar e pedir misericordia achando que o mundo vai acabar, porque é preciso, por que a maldade o senhor nao eatá ao par da amldade que, eu que estou aqui na roça, eu que estou aqui fico horrorizado, nem posso lhe contar os fatos que vem às minhas maos, engraçado ............................, veio um rapaz aqui trazido por uma ..................... bonitao, nao vou dizer quem era porque voces podem conhecer, sentou na cadeira, botei a mao na perna dele e disse :
Meu filho, eu vou rezar um Pai Nosso para voce, pra te ajudar, pra voce pedir perdao pelas suas faltas, nao vou te rezar. Ele disse: Porque?
Bonitao, barbudo.
Porque?
Desculpe, tem moça ai, voce .................................porque os dois estavam ai, porque voce só de .......................... tem 9, tem dois com filho
Nao, nao, aí ele falou: 9 nao , sao 8. Eu fui e disse assim: Vai com Deus, Deus te perdoe das tuas faltas, que nao aconteça com eles, com a tua familia o que voce fez com os outros. Quer dizer, essa gente, como é que a gente vai pedira Deus por um homem que já produziu isto tudo, e depois ainda diz que nao sao 9 mulheres, sao 8.
Disse que Pai Antonio se enganou, Pai Antonio é um preto velho que trabalha quando .................. com o chefe ....................... como preto velho, foi medico, agora tem uma familia. É longo o negocio, indo agora a Italia com uma pessoa que eu tratei, da familia do Dr. Wagner lá em Copacabana, fui medico da familia durante muitos anos, até a morte dele, tratei de um filho maluco que hoje é engenheiro da prefeitura no Rio, tratei, entao veio uma das filhas que é engenheira quimica, até entao na tenda, ela trabalhou na tenda, e eu peço, venho pedir ao senhor que fez tantos milagres lá em casa, pedir ao senhor me ajudar no casamento que eu caso daqui a 3 meses e tal... Pai Antonio olhou pra ele e disse: Olha minha filha, nao vai haver casamento nao, voce nao vai casar, no fim ela disse: Entao nao vou casar com mais ninguem, nao caso com este nao caso com mais ninguem.
Ele disse: Casa, vai casar com um padre.
Entao ela dizia a todo mundo que ele era um estupido, um besta, nestes termos, mas acabou ela viu o noivo com duas no carnaval e ela saiu de soutens e calças, ele e ela, desmanchou o casamento, entao disse que era praga minha, o pai tinha uma fazenda, riquissimo, ele morreu agora, basta dizer tem 5 filhos, deixou 170 milhoes para cada filho + 94 apartamentos em Copacabana para cada filho, quer dizer, deixou uma fortuna regular, eles tao ai, sao testemunhas, vem aqui em casa.
Entao ela foi pra Campinas , pra uma fazenda dele e o padre, o vigario de Campinas pediu, foi .......... na porta da igreja pediu se podia ir na casa dele, pediu essa moça em casamento, hoje é casado com ela, o vigario e me toma bençao, foi vigario, deixou a batina, pediu licença a igreja, e ela ma toma bençao me beija e acha que sou um santo, de maneiras, familia Wagner, Dr. Wagner, tem o Dr. Wagner que é engenheiro, comecei com o filho e por causa do filho vieramtodas as filhas e essas meninas vamos dizer, na familia tem uma porçao de casos né, de curas, de coisa assim como a dessa moça que ia casarcom o padre que ela disse: Mas com padre, logo com padre , a .........................., que pitava cachimbo, nao sei o que, de maneira que o senhor veja como sao as coisas nao é?
Tudo tem uma razao de ser.

( ) Estamos vivendo no Rio de Janeiro tambem uma especie de Piracema de terreiro, todo camarada que sacode a cabeça acha que já está em condiçoes de abrir um terreiro e sai pra trabalhar fazendo bobagem por ai a fora.

(Zélio) Ninguem sabe a responsabilidade de ser presidente de uma nova tenda
e ter tenda, porque a nossa tenda tem muitos socios, porque nos gatamos só de predio 1 milhao, é preciso ter muito socio, mas este mes minha filha puxou 334 contos pra completar a despesa da tenda, já viu que nao é brincadeira, né? Agora, .......................... porque nao se aceita nada, se o sr. precisar de um ponto de polvora, nos damos a polvora, o Sr. é socio, paga como socio o que ela fez foi .......................................................

De modos que isto tudo é dificil nao é?

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

O QUE É KIMBANDA

KIMBANDA
"REGISTRA A GRAMÁTICA DE KIBUNGO, DO PROFESSOR JOSÉ L. QUINTÃO, PÁGINA 107"
UMBANDA ARTE DE CURAR : QUIMBANDA QUER DIZER O CURANDEIRO.

VAMOS OBSERVAR TAMBÉM AS VÁRIAS DEFINIÇÕES DE QUIMBANDA OU KIMBANDA

QUIMBANDA TEM SUA FONTE DE ORIGEM NO QUIMBUNDO QUE É UMA MISTURA DE DIALETOS AFRICANOS, CRIADO PELO GOVERNO PARA SER ENSINADO NAS ESCOLAS DAS COLÔNIAS PORTUGUESAS, AFIM DE QUE TODOS ANGOLENSES SE ENTENDESSEM ENTRE SI NAS REGIÕES TRIBAIS DE ANGOLA E MOÇAMBIQUE.

BASEADO NESTA ESTRUTURA VEJAMOS: QUIM OU KIM, QUER DIZER EM LINGUAGEM AFRICANA, MÉDICO OU GRÃO-SACERDOTE DOS CULTOS BANTOS. BANDA QUER DIZER LUGAR OU CIDADE.

CHEGAMOS À CONCLUSÃO DE QUE EM NOSSO IDIOMA, QUIMBANDEIRO QUER DIZER GRÃO-SACERDOTE DOS CULTOS BANTOS, VINDOS DE ANGOLA, MOÇAMBIQUE E BENGUELA.

QUIMBANDA = CURANDEIRO-ADIVINHO, NECROMANTE, EXORCISTA, MAGO, POR EXTENSÃO- MÉDICO, BENZEDEIRO, TODO AQUELE QUE BUSCA A ANUNCIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO DOS FATOS, ATRAVÉS DOS MAIS VARIADOS PROCESSOS.

O QUIMBANDA TRATA AS ENFERMIDADES DIAGNOSTICADAS POR ADIVINHAÇÃO, DEBELA OS AZARES, RESTABELECE A HARMONIA E FAZ A ANULAÇÃO DE DEMANDAS.

BUSCA A CURA, NAS MATAS, CAMPOS, CACHOEIRAS, MARES, ENFIM NOS ELEMNTOS DA NATUREZA, AONDE VAI EM BUSCA DE PLANTAS MEDICINAIS E ENERGIAS CURADORAS.

KIMBANDA = CURANDEIRO, MAGICO (DICIONÁRIO DE KIMBUNDU-PORTUGUÊS COORDENADO POR J.D. CORDEIRO DA MATTA.)

VAMOS NOS LEMBRAR AQUI DE UM PONTO DE PAI ANTÔNIO CANTADO NA TENDA NOSSA SENHORA DA PIEDADE E CANTADO TAMBÉM EM NOSSA CASA.

"DA LICENÇA PAI ANTÔNIO
EU NÃO VIM TE VISITAR
EU ESTOU MUITO DOENTE
PAI ANTÔNIO VAI CURAR
SE A DOENÇA TEM FEITIÇO
DEIXA LÁ EM SEU CONGÁ
SE A DOENÇA VEM DE DEUS
PAI ANTÔNIO VAI CURAR
PAI ANTÔNIO É QUIMBANDA É CURADOR
É PAI DE MESA É REZADOR
PAI ANTÔNIO É QUIMBANDA É CURADOR"

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

POSTAGENS

entrem na minha página da RBU e você vai ver as fotos das festas de Cosme e Damião e Xangô.
Ao final da festas todos os pratos foram comidos como uma forma de comunhão.Somente foram entregues 1 prato para cada Orixá. http://redeumbanda.ning.com/profile/MariadasgracasViana98
fraternalmente
Mãe Maria

FITAS ESCRITAS DE ZÉLIO DE MORAES

VAMOS PUBLICAR SEMANALMENTE AS FITAS TRANSCRITAS DAS GRAVAÇÕES DE ZÉLIO DE MORAES.
ROGO A DEUS QUE ELAS LHES FALEM AO CORAÇÃO.FOI UM TRABALHO FEITO COM MUITA DEDICAÇÃO E PACIÊNCIA VISTO QUE AS GRAVAÇÕES POR SEREM ANTIGAS ESTAVAM MUITO RUIMS.MAS CONSEGUIMOS.
AGRADECEOS A LÍLIAN RIBEIRO (EM MEMÓRA) PRESIDENTE DA TULEF NO RIO DE JANEIRO POR DER-NOS DADOS ESTAS FITAS E MAIS NOTICIÁRIOS DE JORNAIS.TUDO O QUE EU TENHO ME FOI DADO PROR LÍLIAN RIBEIRO( EM MEMÓRIA.

1º FITA ( fita 47)
Gravação feita em casa de Lilian, última vez que o Caboclo da Sete Encruzilhadas incorporava no médium Zélio de Moraes.

Meus queridos irmãos, neste momento, vindo do espaço, permitam que neste estudo para amenizar sofrimentos dos que estão na terra, encarcerados em seus corpos, estou satisfeito porque tem gente que é feliz, porque todos vocês vem me ajudando na obra que tonei a missão, no espaço, de implantar, a Umbanda de humildade, amor, e caridade, aproveitei um jovem moço em meio daqueles senhores, velhos kardecistas
Tomei a missão e vejo neste instante grandes representação, não estão todas porque por este Brasil a fora, criei Tendas de Umbanda construtivas, sadia, com moral e dando de graça o que de graça se recebe.
Do sul do país aos estados do norte, ouviam a minha palavra, desenvolviam médiuns e fui criando tendas de grandes médiuns encontrei, grandes médiuns pude fazê-los, incorporei bem, trabalhei na caridade, tomando a direção de uma tenda, e assim foi se criando Tendas.
Meus irmãos, me satisfaz estar entre vocês porque naquele dia 15 de novembro na federação kardecista, eu anunciei a Tenda de Nossa Senhora da Piedade, do modo que a mãe tinha piedade de seu filho, que tivesse piedade desta humanidade.
Grandes coisas feitas na Tenda, grandes coisas eu pude fazer para aqueles que estavam com certeza, crentes que a Tenda não tinha vida para que no dia 2 (dois)eu anunciasse a eles, não, a Umbanda, Deus comigo, Deus conosco, do nosso lado, será a religião deste fim de século.
Meus irmãos, eu disse, vou levar daqui uma semente, vou plantar nas neves e aquela árvore ficará frondosa para dar a sombra para todos os seus filhos, a todos aqueles que precisarem de uma sombra amena, os que dizem sentirem o queimar do sol de crimes, de vícios, de paixões que se criavam, que existiam como existem ainda hoje no meio da humanidade.
A Tenda da Piedade foi criada e progrediu, faz hoje 64 anos da primeira comunicação aos meus irmãos.
Aqueles coronéis que me cercavam, estavam admirados de um menino fazer e dizer
aquilo que eu dizia, aquilo que eu pregava e anunciava.


Pois bem, está formada a nossa Umbanda, com grande sacrifício, porque é preciso curar, é preciso levar aos médiuns, aqueles que se julgavam deserdados da sorte, a misericórdia de Deus, o conforto, para eles compreenderem que a palavra do espírito é a continuação nossa, que fazia a harmonia dos lares e curava os enfermos.
Chamei Pai João, fui buscar Orixá Malê, para comigo trabalharem e criarem Tendas. Encontrei muitos descrentes. Aqui está o representante da Tenda São Jorge, talvez vocês não saibam como Severino, um grande médium que foi, como este médium se desenvolveu. Era descrente, Leal de Souza mãe de Geraldo Rocha foi pedir ao Orixá Malê para fazer um trabalho com pássaros na beira do rio Macau. Severino que não acreditava nem em Deus também foi meus irmãos, a vista de todos aqueles que nos cercavam, todos que estavam assistindo a sessão, alguns já estão mortos, não podem dar aqui sua palavra, mas eu estou dizendo que tem aqui quem falta.
Era um dia de sol, algumas nuvens corriam no espaço, Orixá Malé disse, vamos mandar aqueles pombos pro outro lado do rio para que eles não se molhem, para voltar e continuar o nosso trabalho, Severino ria, não demorou poucos minutos e a chuva caiu molhando a todos nós que estávamos ali no rio, passada a chuva, Orixá Malê fez com eles voltassem e cruzassem o céu. Severino duvidava, como ele não acreditava em Deus, o Orixá Malé que era mais... pegou uma pedra redonda na margem do rio e deu com a pedra na testa de Severino e ele caiu dentro do rio, e Severino já saiu do rio incorporado com a entidade que ele trabalha até hoje.
Vêem vocês que a luta foi grande para formar estas Tendas, tudo se faz, mas hoje estou satisfeito porque sinto no coração de vocês que os vossos corações estão unidos ao meu espírito para ir aos pés de Jesus pedir perdão, para que possamos ser seus alunos, seus inimigos que recebam de seus corações um perdão e também para aqueles que podem desejar o mal.
Acredito que o manto de Nossa Senhora, virá ao agasalho de todos vocês na Umbanda do humilde Caboclo das Sete Encruzilhadas.
Sempre fui pequenino e pequenino continuo, sou mais humilde dos espíritos que baixa ao planeta, tenho dito, tenho escrito e continuo a ser satisfeito pela umbanda, todo dia, de estado a estado, a umbanda hoje é grande, porque em São Paulo que se criou 20 Tendas, em Santos, em Minas Gerais, na capital da República e no Rio, nossa umbanda continua progredindo, como

aquela que eu desejo, como aquela que é preciso encontrar, nesta casa, quando aqui estou trazendo ao coração daqueles que dirigem, que é a humildade, o amor que prática a caridade.
E venho encontrando e dando força aos dirigentes destas Tendas, e aos médiuns, para que esta Tenda possa sempre ser grande e ser o espelho das outras Tendas, porque meus irmãos, infelizmente, o nosso irmão Floriano que está ao meu lado sabe perfeitamente disto, só desejava encontrar de branco, com roupas de pouco custo, nada de seda, nada de cores que pudessem ficar triste ou conter a mortalha na vestimenta. A Umbanda de humildade, amor e caridade, é esta que se prática em nossa Tenda, Tenda de Nossa Senhora da Piedade.
Meus irmãos, as outras Tendas nepotistas, podem fazer aquilo que bem desejarem, poderão fazer o que quiserem, mas eu posso garantir uma coisa, o meu aparelho nunca aceitou a vil moeda em troca de uma cura ou de um feito, porque a vil moeda só serve para atrapalhar o homem ou mulher que é médium,. E vocês sabem perfeitamente que existem Tendas que aceitam. Nós temos uma choupana no mato, do Velho Pai João, naquela época diversos cheque por cura foram dirigidos ao meu aparelho e eu dizia não pegue, e ele devolvia.
Por isso meus irmãos, que vocês possam fazer a caridade, possam receber de Deus sua misericórdia e que todo médium tome fazer o bem, curar com suas mãos, com sua reza, andando numa linha reta, numa consciência pura e limpa, e não reverter a vil moeda, enfim, olhar para o seu semelhante como se fosse um verdadeiro irmão, com este amor de irmão para irmão.
Como o menor espírito que baixa sobre a terra eu saúdo a falange de caboclos que me cercam, que me cercaram quando iniciei. Temos aqui diversos caboclos, de Ogum, de Xangô, que estão nas 7 linhas, mas deve dizer que o Caboclo das 7 encruzilhadas que é o meu espírito pertence a falange de Oxosse meu Pai. que Oxosse possa tomar conta de vocês, que Oxosse abençoe vocês neste momento, este pequenino espírito deseja a todos presentes proteção, os corpos todos cheios de fluidos benéficos para amenizar os males, eu quero que tenha neste momento a proteção da falange de Oxosse e as outras linhas que aqui estão presentes, para levar harmonia aos vossos lares, harmonia aos vossos corações, talvez possam gozar a vida conforme o Pai vem falando a seus filhos, dentro daquela humildade, dentro do amor de irmão para irmão e praticando a caridade.
Lembre-se, que seja descende o menor espírito entre todos, humilde Caboclo das Sete Encruzilhadas. Ressalvo homenagem à Tupinambá e a outros espíritos, 7 Flechas, Caboclo

Roxo, enfim a quantidade de espíritos de Oxosse, de Ogun, de Xangô que estão presentes. Eu solicito a vocês todos que estão na matéria, para que estes espíritos comigo possam carregar o que há de ruim invadindo, sacudindo as vossas casas de alguma coisa que possa estar por lá, para que vocês tenham dias melhores, para que os filhos tenham mais saúde e paz para praticar a verdadeira Umbanda do humilde.
Que a paz neste momento baixe a que se ergam para todos os passos da luz e repasse para todos vocês debaixo do manto de Nossa Senhora da Piedade.
- Tá tudo bonito, tá tudo belo e formoso não é isto?
- Ô Floriano, como é que você vai, você está bom meu filho?
- Sua bênção, eu estou bem meu senhor, talvez melhor do que aquilo que eu mereça.
- Não deixa de levar umas pedradinhas não é meu filho?
- Muito contente de estar aqui comungando com esta vibração sublime, com este trabalho maravilhoso que vocês da espiritualidade trazem até esta terra para ajudarem também a carregar esta cruz.
- É preciso todo mundo compreender que deste mundo nada se leva, só as boas ações.
- Infelizmente, nós, espíritos encarnados ainda somos embuidos de muito egoísmo e muita animalidade, por isso queremos sempre a posse de tudo, desde as coisas mais insignificantes, até as coisas realmente mais valorosas, esquecendo-nos que realmente nada que temos que cultivar, isto que o senhor ensina, misericórdia, amor paz compreensão, piedade como é também o nome deste símbolo maravilhoso de Nossa Senhora, que o Senhor, Caboclo das 7 Encruzilhadas escolheu para batizar o templo de caridade que forma naturalmente uma plêiade de templos, que vieram a seu tempo por indicação do Astral superior enriquecer a terra de Santa Cruz, para trazer auxílio a esta comunidade, o conhecimento da coisas espirituais e ajudar por outro lado ao mais pobre e mais humilde a carregarem as suas cruzes com mais entusiasmo, com mais força, para que assim a Umbanda e o seu Caboclo das 7 Encruzilhadas, viessem inaugurar no Rio de Janeiro e se expandir.
Por isto nós estamos aqui comungando com os 64 anos desta vida laboriosa, desta vida intensa e de muita renúncia para o seu aparelho, que é naturalmente o espelho no qual todos nós, filhos ou não da umbanda, que queremos progredir, devemos nos espelhar, porque em realidade se não houver renúncia de nossa parte não podemos concluir nada de bom. Além do mais a mediunidade, o intercâmbio entre o mundo espiritual e o material, reserva para cada um

de seus trabalhadores um caminho, que embora cheio de luzes, mas uma hora esplendorosa aos termos da caridade.
Segundo nos ensinam você, espíritos de Caboclos e Pretos Velhos, o trabalho de médium corresponde exatamente a uma tarefa nobilitante e que ele aceitou, com maiores possibilidades ele poderá alcançar o caminho da glória e regenerando-se poderá descontar as faltas, as falhas e porque não dizer também os crimes de encarnações passadas.
- Assim foi feita a nossa umbanda no Brasil. Passaram-se os anos e tudo aquilo que eu disse, apelando para quem está presente, de muitos anos que me acompanha, falando, pedindo e fazendo exemplos de Jesus aqui na terra, quando ia da Palestina para a Galiléia, foram ao seu encalço pedir harmonia para sua casa; a resposta foi esta:
“- Você feche os olhos para a casa de seus vizinhos, feche a boca para não se virar contra quem quer que seja, não julgue para não ser julgado, pense em Deus que a paz encontrará em sua casa. “
Faça do evangelho e tomando por ensinamento as minhas palavras a nossa Tenda começou a seguir o seu ritmo, aquele que eu desejava.
A religião, seja ela qual for, desde que tenha por base acreditar em Deus, acredito que seja uma boa religião, desejar a teu próximo o que deseja para ti, cumpre os mandamentos das leis de Deus é ser perfeito e principalmente, em qualquer religião, mas principalmente na religião espírita, para que o médium seja o instrumento que possa ser tocado por qualquer professor de música, por isso meus irmãos, criei 7 Tendas.
Os mais humildes tragam amor no coração, mas amor de irmão para irmão, porque as vossas mediunidades ficarão muito mais limpas e puras, dignas de qualquer espírito superior que possa baixar, que os vossos aparelhos estejam sempre limpos, que os vossos instrumentos estejam sempre afinados com as virtudes que Jesus pregou na terra, para que tenhamos boas comunicações, boas proteções, para que todos aqueles que correm em busca de socorro nas nossas casas de umbanda, nas nossas casas de caridade em todo o Brasil.
E todos estes, a maior parte de todos estes que trabalham em umbanda, se não passaram por nossa Tenda, passaram por filhos saídos desta Tenda e que criaram outros terreiros.
Das 7 Tendas criadas por mim no Distrito Federal, muitas tem saído para fazer a caridade aos seus semelhantes, a nos seguir.


A lembrança de Jesus veio ao planeta terra, na humilde manjedoura, não foi por acaso, não foi porque o Pai assim o quis, determinou, porque podia ter procurado uma casa de um potentado daquela época, mas não, foi escolher aquela que seria a mãe de Jesus, o espírito que vinha traçar a humildade, os seus passos, para ter paz, saúde e felicidade.
Aproveitando o nascimento de Jesus, a humildade que ele baixou neste planeta, numa humildade manjedoura, o Anjo que anunciou a Maria que ela ia ser mãe sem ser esposa, que a estrela que iluminou aquele estábulo, que levou os três reis magos a sua presença, vinde até vocês iluminando os vossos espíritos, tirando os escuros de maldade, por pensamentos, por práticas e ações que tinham sido pensadas ou praticadas, que Deus perdoe tudo aquilo que vocês tenham feito, que Deus perdoe as maldade que possam ter sido pensadas, para que a paz possa reinar nos vossos corações e nos vossos lares.
Eu meus irmãos, como menor espírito que baixou na terra, mas amigo de todos, numa concentração perfeita dos espíritos que me rodeiam neste momento, peço que eles sintam as necessidades de cada um de voz e que ao sairdes deste templo de caridade, que encontreis os caminhos abertos, os vossos enfermos melhores e curados e saúde para sempre nas vossas matérias.
Com paz, saúde e felicidade, com humildade, amor e caridade, sou e serei sempre o humilde Caboclo da 7 Encruzilhadas.

domingo, 5 de outubro de 2008

DEPOIENTO DE MÃE MARIA PARA O JORNAL O PONTO

DEPOIMENTO

O Ponto - Depois de passar por algumas religiões defina a diferença que sentiu para a Umbanda?Mãe Maria – A Umbanda aprendi a ser mais humilde e que nosso conhecimento e evolução dependem do quanto nos esforçamos para trilhar o nosso caminho de evolução
O Ponto - Qual o maior preconceito que a Umbanda sofre?Mãe Maria – Social e Religioso.
-Social: porque as classes mais favorecidas sentem vergonha de se dizer Umbandistas.
-Religioso: em virtude de a Umbanda não ser reconhecida pelas outras religiões como tal.
O Ponto - Por que as casas de Umbanda possuem templos luxuosos como outras religiões?Mãe Maria – existem três razões para que a Umbanda seja uma religião de humildes. A primeira é que, quando de seu anúncio, nos princípios básicos que regem nossa religião a humildade está inserida em todos eles; o segundo é o fato de nunca ser próxima do poder civil e econômico-financeiro; a terceira é o fato de, na verdadeira Umbanda, ser proibida a cobrança.
O Ponto - Qual o trabalho mais bonito da Umbanda?Mãe Maria – Todos os trabalhos na Umbanda têm a sua beleza, visto que são direcionados para a prática da Caridade pura e simples.
O Ponto - Qual a sua mensagem no centenário da Umbanda?Mãe Maria – Repetindo as mesmas palavras com que o Caboclo das Sete Encruzilhadas disse em 16 de Novembro de 1908: “ Umbanda é a manifestação do Espírito para a Prática da Caridade.

sábado, 4 de outubro de 2008

CABOCLOS E CABOCLAS

CABOCLOS E CABOCLAS


São almas, que trabalham, na Umbanda, para a caridade e ajuda ao próximo, incorporados a seus médiuns na umbanda, dando passes e consultas. Essas Almas se manifestam sob a forma de indígenas que obtiveram grande sabedoria em suas vivências no contato com a natureza. A Alma de um Caboclo não quer dizer que na sua última encarnação ela tenha sido de um índio, mas, seguramente, já o foi em outras encarnações. Ele se apresenta como tal pois considera que essa encarnação é a que pode trazer para os filhos de Umbanda a experiência vivida na luta pela sobrevivência, na luta diária de todos nós. Na sua chegada e durante sua manifestação emitem brados, descarregam os filhos com baforadas de charutos, lhes aconselham com sabedoria buscando trazer ao filho a coragem necessária para a luta da vida. A principal diferença entre eles está nas vibrações que trazem, vinculadas aos elementos naturais de sua origem tais como, a mata, os rios, os campos, o mar, as montanhas e é através dessas vibrações que vinculam-se aos Orixás trazendo, por isso mesmo, essas diferenças vibracionais.