quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Ossanhe ou Ossaim

O PRINCÍPIO CURADOR DA SELVA BRASILEIRA TEM A PRESIDI-LO OSSÃE, O SENHOR DAS ERVAS, CUJO PODER É IMENSO E QUE REALIZA PRODÍGIOS MARAVILHOSOS.
SENDO ELE DETENTOR O SEGREDO MIRACULOSO DAS ERVAS, FOLHAS. RAÍZES E TUDO O MAIS QUE CONSTITUI A BENDITA FLORA, OSSÃE CONHECE E MANIPULA, COMO NINGUÉM, OS SEUS EFEITOS NA CURA DAS DOENÇAS DOS SERES VIVENTES.
AGINDO DE FORMA QUE HARMONIZE O FÍSICO AO ASTRAL E OBTENHA CURA PARA OS MALES QUE ATORMENTAM AS CRIATURAS. OSSÃE É O SER BENIGNO DAS MATAS, QUE CONCENTRA EM SI TODA A SABEDORIA E APLICAÇÃO DA MEDICINA NATURAL.
ASSIM TEMOS AS RAÍZES E FOLHAS - ENQUANTO NAS PRIMEIRAS, EM ALGUNS CASOS, ENCONTRAMOS PROVEITOS DE CURAS DIFERENTES, A SEGUNDA RECEBE, ATRAVÉS DOS RAIOS SOLARES, BENEFÍCIOS ENERGÉTICOS, MATIZANTES E CURADORES, PARA MALES DIVERSOS.
OSSÃE PARTICIPA COM OXOSSI DO MESMO RAIO DE AÇÃO, INTEGRANDO-SE NA NATUREZA TANTO QUANTO SEU ESSE, BUSCANDO CADA UM, SEGUNDO SUA PROPENSÃO, SERVIR À CAUSA DOS QUE A ELES RECORREM.
SE NOS FOSSE FADADO CONVIVER E COMUNGAR COM O ORIXÁ DAS ERVAS, MUITO TERÍAMOS QUE APRENDER E, MAIS AINDA, DISCIPLINAR A NOSSA VIDA, PAUTANDO-A DENTRO DE NORMAS SÃS E DESTA FORMA TRATARÍAMOS NOSSA FLORA NÃO SÓ COMO REMÉDIO, MAS TAMBÉM COMO MEIO DE ADQUIRIR TÉCNICA DE COMPOR UM ELIXIR QUE NOS REVIGORASSE, DANDO-NOS MAIS TEOR DE ESPIRITUALIDADE, FAZENDO-NOS CAPAZES DE OMBREAR COM SERES MAIS ELEVADOS QUE SE ENCONTRAM DIRIGINDO OS SETORES DA NATUREZA DE NOSSA IMENSA FLORESTA.
A RELIGIÃO DE UMBANDA É ECOLÓGICA, PELA PRÓPRIA FORMAÇÃO E COMPORTAMENTO DE SEUS FIÉIS.
OSSÃE NÃO DÁ FILIAÇÃO NA UMBANDA.
SAUDAÇÃO: “EUÊ-Ô ! EUÊ-Ô ! EUÊ-Ô ! “. DO YORUBÁ: EWÊ (FOLHAS) Ó (SUFIXO PARA CUMPRIMENTO: SALVE!): “SALVE, Ó SENHOR DAS ERVAS!”


OS FILHOS DE OSSANHA SÃO CALMOS, INGÊNUOS, PACÍFICOS E GRANDES DEFENSORES DA ECOLOGIA. A PRINCIPAL FUNÇÃO DE OSSANHA É O CONHECIMENTO DO USO MEDICINAL DAS PLANTAS E ERVAS. SUAS COMIDAS PREFERIDAS SÃO O APETÉ FEITO DE BATATA (BOLO DE BATATA), FEIJÃO PRETO, AMENDOIM SEM CASCA, RECEBE TAMBÉM VINHO TINTO E FUMO EM ROLO. DIA DA SEMANA - TERÇA-FEIRA. CORES - VERDE OU VERDE E BRANCO E AINDA VERDE E AMARELO. SÍMBOLO - UM FERRO COM SETE HASTES E UM PÁSSARO NA PONTA. LOCAL DAS OFERENDAS - MATA VIRGEM OU FECHADA.

TAMBÉM CHAMADO DE OSSÃE, OSSAIM OU OSSANHE. CONSIDERADO A DIVINDADE DA MEDICINA, POR GUARDAR CONSIGO OS SEGREDOS MÍSTICOS E CURATIVOS DAS FOLHAS E PLANTAS. PATRONO DOS ALEIJADOS, POIS TEM UMA SÓ PERNA, É REPRESENTADO PORTANDO UMA MULETA, OBJETO QUE LHE É CONSAGRADO.QUANDO ESTE ORIXÁ VEM AO MUNDO, USANDO DA POSSESSÃO DE FILHO, FICA DANÇANDO HORAS NUMA PERNA SÓ, SEM COLOCAR O PÉ NO CHÃO, O MOSTRAM O PODER DO ORIXÁ E A CONFIRMAÇÃO DA POSSESSÃO, POIS NINGUÉM CONSEGUIRIA DANÇAR TANTAS HORAS APOIADO NUMA SÓ PERNA.OSSANHA REPRESENTA A SABEDORIA ANCESTRAL DO HOMEM, QUE PERMITE O DOMÍNIO DA NATUREZA. EM QUASE TODOS OS FETICHES E AXÉS FEITOS PARA A SAÚDE INVOCA-SE O OSSANHÃ, QUE ALÉM DE SER O ORIXÁ DA CURA TAMBÉM É DE ÍNDOLE BONDOSA E JAMAIS DEIXARIA DE ATENDER UM PEDIDO.CARACTERÍSTICAS POSITIVAS: RESERVADOS, ESTUDIOSOS, SINCEROS E OBEDIENTES, DONO DE GRANDE PODER DE PERSUASÃO, OS REGIDOS POR ESTE ORIXÁ, SÃO SENSITIVOS, EQUILIBRADOS E NÃO CONFIAM FACILMENTE NOS OUTROS A FIM DE PRESERVAR SEUS SEGREDOS, POIS SÃO EXTREMAMENTE MISTERIOSOS E NÃO SÃO INFLUENCIÁVEIS. CIENTISTAS NATOS ADORAM CRIAR E DESCOBRIR COISAS NOVAS.CARACTERÍSTICAS NEGATIVAS: SÃO FEITICEIROS, SÃO TRAIÇOEIROS, MISTERIOSOS, CAPAZES DE QUALQUER MALDADE PARA TER AQUILO QUE QUEREM. NÃO FAZEM MUITOS AMIGOS, NEM SUAS AMIZADES SÃO DURADOURAS, SÃO VOLÚVEIS E RARAMENTE BEM SUCEDIDOS NO AMOR. LENDASCADA DIVINDADE TEM AS SUAS ERVAS E FOLHAS PARTICULARES, DOTADAS DE VIRTUDES, DE ACORDO COM A PERSONALIDADE DO DEUS. LYDIA CABRERA PUBLICOU UMA LENDA INTERESSANTE, SOBRE A REPARTIÇÃO DAS FOLHAS ENTRE AS DIVINDADES:"OSSANHA HAVIA RECEBIDO DE OLODUMARÉ O SEGREDO DAS ERVAS. ESTAS ERAM DE SUA PROPRIEDADE E ELE NÃO AS DAVA A NINGUÉM, ATÉ O DIA E QUE XANGÔ SE QUEIXOU À SUA MULHER, OIÁ-IANSÃ, SENHORA DOS VENTOS, DE QUE SOMENTE OSSANHA CONHECIA O SEGREDO DE CADA UMA DESSAS FOLHAS E QUE OUTROS DEUSES ESTAVAM NO MUNDO SEM POSSUIR NENHUMA PLANTA. OIÁ LEVANTOU SUAS SAIAS E AGITOU-AS IMPETUOSAMENTE. UM VENTO VIOLENTO COMEÇOU A SOPRAR. OSSANHA GUARDAVA O SEGREDO DAS ERVAS NUMA CABAÇA PENDURADA NO GALHO DE ÁRVORE. QUANDO VIU QUE O VENTO HAVIA SOLTADO A CABAÇA E QUE ESTA TINHA SE QUEBRADO AO BATER NO CHÃO, ELE GRITOU: 'EWÉ O! EWÉ O!' ('OH! AS FOLHAS! OH! AS FOLHAS!'), MAS NÃO PÔDE IMPEDIR QUE OS DEUSES AS PEGASSEM E AS REPARTISSEM ENTRE SI".SEGUNDO UMA LENDA RECOLHIDA POR BERNARD MAUPOIL, QUANDO ORUNMILÁ VEIO AO MUNDO, PEDIU UM ESCRAVO PARA LAVRAR SEU CAMPO; COMPROU-LHE UM NO MERCADO; ERA OSSANHA. NA HORA DE COMEÇAR SEU TRABALHO, OSSANHA PERCEBEU QUE IA CORTAR A ERVA QUE CURAVA A FEBRE. E ENTÃO GRITOU: 'IMPOSSÍVEL CORTAR ESTA ERVA, POIS É MUITO ÚTIL.' A SEGUNDA CURAVA DORES DE CABEÇA. RECUSOU-SE TAMBÉM A DESTRUÍ-LA. A TERCEIRA SUPRIMIA CÓLICAS. 'NA VERDADE', DISSE ELE, 'NÃO POSSO ARRANCAR ERVAS TÃO NECESSÁRIAS.' ORUNMILÁ, TOMANDO CONHECIMENTO DA CONDUTA DE SEU ESCRAVO, DEMONSTROU DESEJO DE VER ESSAS ERVAS, QUE ELE SE RECUSAVA A CORTAR E QUE TINHAM GRANDE VALOR, POIS CONTRIBUÍAM PARA MANTER O CORPO EM BOA SAÚDE. DECIDIU, ENTÃO, QUE OSSANHA FICARIA PERTO DELE PARA EXPLICAR-LHE AS VIRTUDES DAS PLANTAS, DAS FOLHAS E DAS ERVAS, MANTENDO-O SEMPRE AO SEU LADO NA HORA DAS CONSULTAS.
ESTE ORIXÁ NÃO POSSUI UMA DAS PERNAS, CAMINHA COM AUXÍLIO DE MULETAS, QUANDO SE MANIFESTA EM ALGUM FILHO, ESTE DANÇA NORMALMENTE EM APENAS EM UMA DE SUAS PERNAS

Dia da semana: quinta feira
Cores: marelo e verde

OFERENDA: PIPOCA E IAPETÉ (BATATA INGLESA ESMAGADA COM AZEITE-DE-DENDÊ, A QUAL SE DÁ FORMA DE PORONGO CUIA OU VASO FEITO COM O FRUTO SECO E SEM O MIOLO DO PORONGO (1); CABAÇA, CABAÇO.DENTRO DA CABAÇA COLOCAR BASTANTE FOLHAS

ERVAS: As MESMAS DE OXOSSI.INCLUINDO:

Amendoim: Ossaim aprecia muito e adora saboreá-lo torrado, sem casca. O amendoim fornece um bom óleo para luz e também para a cozinha. Suas sementes são estimulante e fortalecem as vistas e a pele, além de ser em excelente afrodisíaco. Nos rituais, é empregado cozido e utilizado em sacudimentos, com excelentes resultados.Celidônia maior: É indicada pela medicina caseira como excelente medicamento nas doenças dos olhos, usando a água do cozimento da planta para banhá-los. Seu chá também é de grande eficácia para banhar o rosto e dar fim às manchas e panos.Coco de Dendê: É conhecido entre os Yorubás como Adin. Sua semente, desprovida da polpa, fornece um óleo branco, sólido, e serve para substituir a manteiga. É a chamada manteiga de karité. Este coco é muito prestigiado pela medicina caseira, pois debela cefaléias, anginas, fraqueza dos órgãos visuais e cólicas abdominais.Erva de Passarinho: É muito aplicada principalmente no abô do orixá, nas obrigações renovadas anualmente e nos abô de babalossaim. Nas renovações, esta planta é a duodécima folha que completa o ato litúrgico renovatório. Na medicina popular, esta planta é empregada com sucesso absoluto, contra as moléstias uterinas, corrimentos e também para dar fim às úlceras. As folhas e flores são usadas em caso de diabetes, hemoptises e hemorragias diversas.Erva de Santa Luzia: Muito usada nas obrigações de cabeças, ebori, lavagem de contas, feitura de santo e tiragem de zumbi. De igual maneira, também se emprega nos abô, banhos de descarrego ou limpeza dos filhos dos orixás. A medicina popular a consagrou como um grande remédio, por ser de grande eficácia contra o vício da bebida. O cozimento de suas folhas é empregado contra doenças dos olhos e para desenvolver a vidência.Gitó – carrapeta: Sua utilização se restringe ao uso litúrgico e ritualístico. É largamente empregada nos banhos de limpeza e purificação do orixá. Usada também em banhos de cabeça para desenvolver a vidência, audição e intuição. A medicina popular aplica-a na cura de moléstia dos olhos, porém em lavagens externas.Guabira: Aplicada em todas as obrigações de cabeça, nos abô de uso geral e nos banhos de purificação e limpeza dos filhos dos orixás. A medicina caseira a indica no sentido de pôr fim aos males dos olhos conjuntivites. Em banhos, favorecem aos que sofrem de reumatismo e devem ser feitos em banheiras ou bacias, sendo mais ou menos demorados.Lágrima de Nossa Senhora: É usada nas obrigações de cabeça, nos abô e nos banhos de descarrego ou limpeza. O povo a indica como excelente diurético, em chá. Os banhos debelam o reumatismo e reduzem as inchações. As folhas e as sementes são indicadas para banhar os indicadas para banhar os olhos, propiciando bem-estar. A aplicação deve ser feita pela manhã, após ter deixado o banho ficar na noite anterior sob o sereno. Retire antes do sol nascer e aplique sobre os olhos.Narciso dos Jardins: Entra nos trabalhos em razão de ser suporte para o fetiche de Ossaim, para o assentamento. Para ser utilizada, plante-a em um pote, no canto do vegetal, coloque o fetiche e por dentro do pote prenda o pé do fetiche com um pouco de tabatinga deixa-se secar em lugar longe de correntes de vento para que possam ter perfeita fixação. Quando estiver seco, o trabalho, procede-se com o sacrifício da ave correspondente ao orixá da folha (o galo), deixando o ejé banhar todo o fetiche. Acrescente fumo de rolo, banhe todo o fetiche com vinho moscatel e mel de abelhas, separadamente. Ao terminar, coloque o pote, com um abrigo circular por cima, e leve-o para cima do telhado do terreiro, lado esquerdo de casa e direito de quem a olha de frente. Não possui uso na medicina popular, pois é tida como planta venenosa.

Nenhum comentário: